Bolsonaro desaba em nova pesquisa e fala sobre impeachment: “Querem botar quem no lugar?”

Compartilhe agora

O presidente Jair Bolsonaro, o Capitão Cloroquina, desabou mais um pouco nas pesquisas de opinião –o que indica um consistente e ininterrupto viés de queda na sua popularidade.

Segundo a Pesquisa XP/IPESP, o mandatário caiu de 33% para 30% de bom ou ótimo enquanto o índice ruim e péssimo saltou de 40% para 42%.

Os mais pobres, que perderam o auxílio emergencial, são os que puxam a reprovação de Bolsonaro para o céu (entre os que ganham até dois salários mínimos ela saltou de 39% para 45%); e pelas regiões Norte-Centro-Oeste (32% para 40%) e Nordeste (43% para 48%).

Foram realizadas 1.000 entrevistas de abrangência nacional, nos dias 2, 3 e 4 de fevereiro. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais.

Impeachment entrou na agenda do presidente

Abalado, na manhã de hoje, Bolsonaro falou sobre o movimento que pede seu impeachment.

“Querem botar quem no lugar?”, questionou o Capitão Cloroquina, ao sair do Palácio da Alvorada.

“Vem uns outros [falando de] impeachment. Vai resolver o quê? Quer tiram a mim e quer botar quem no lugar? Esse “quem” podia apresentar, nos ajudar com soluções agora. Eu tenho humildade para acolher qualquer sugestão, qualquer uma, seja qual for. A gente estuda”, disse o presidente.

A palestra do presidente Bolsonaro a seus seguidores girou em torno das questões econômicas, tais como alta nos combustíveis, aumento no preço da cesta básica, baixo poder de compra dos salários, depressão econômica, possível retorno do auxílio emergencial, etc.

Assista ao vídeo:

Clique aqui para ler a íntegra da pesquisa XP