Depois das eleições, Prefeitura de Curitiba despejou 311 famílias que não têm onde morar

Depois de eleito, Rafael Greca (DEM) despejou 311 famílias em Curitiba, protestam entidades de defesa da moradia popular

Forças vivas e democráticas da capital paranaense denunciam que 311 famílias da ocupação Nova Guaporé, na divisa entre Curitiba e Araucária, foram vítimas de um violento despejo na madrugada desta quinta-feira (17).

Por volta das 6h desta manhã, a Polícia Militar e a Guarda Municipal realizaram esse despejo na região do Sabará, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC).

O desumano despejo ocorreu um mês depois das eleições municipais e da reeleição de Greca no primeiro turno, dizem as organizações de defesa de moradias populares.

O despejo desta madrugada contrariou recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que orienta contra a realização de despejos durante a pandemia de COVID-19. O poder público municipal não cedeu nenhuma moradia alternativa a essas famílias.

“A precarização da vida trazida com a pandemia do Covid, junto ao descaso do governo, levou mais de 300 famílias a ocuparem a área, por não ter condições de pagar aluguel neste momento de crise”, explicou Valéria Fiori, advogada do Instituto Democracia Popular (IDP) que presta assessoria às famílias.

A crise econômica tem forçado ocupações urbanas em semanas recentes em Curitiba, com consequente violência por parte do poder público. Há duas semanas, outras famílias foram despejadas pela Guarda Municipal.

“Em um momento pandêmico, em que diversas famílias estão sofrendo perdas econômicas consideráveis, reprimível é sim a ação do Estado que, alheio a todo o contexto social, se interessa apenas em manter sua terra vazia”, disse a advogada popular Alice Correia, da Rede Nacional de Advogados Popular (Renap).

As 311 famílias que não têm onde morar e, no dia de hoje, chove bastante em Curitiba.

“É muito desumano: no pico da pandemia, véspera de natal, 300 famílias foram despejadas e tiveram seus lares destruídos! Prefeito Rafael Greca e Ratinho Junior, essas pessoas precisam de assistência social pra hoje!”, implorou nas suas redes sociais o deputado estadual Goura (PDT), que publicou um vídeo do local:

[Ao vivo] Câmara vota regulamentação dos recursos do Fundeb

Invistam dinheiro de armas no combate à Covid-19 e garantam vacina para todos, diz papa Francisco

Pedro Bial detona Bolsonaro na Globo: ‘inominável’, ‘desgovernante’ e ‘acéfalo’