Haddad sobre o discurso de Bolsonaro na ONU: ‘fezes’ e ‘lixo’

O ex-candidato do PT à Presidência da República em 2018, Fernando Haddad, não se furtou de comentar o discurso do adversário e presidente Jair Bolsonaro, nesta terça-feira (22), na 75ª Assembleia Geral da ONU.

“Fezes servem de adubo”, disse Haddad.

Para o petista, lixo pode ser reciclado.

Segundo a tese de Fernando Haddad, se fezes servem de adubo e lixo poder ser reciclado, por outro lado, o discurso de Bolsonaro de nada serve.

“Já certo discurso… que vergonha”, disparou o petista.

Em síntese: Haddad considerou um “fiasco” o discurso de Bolsonaro na ONU.

Lula: ‘É muito cedo para discutir 2022’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) usou o Twitter na manhã desta terça-feira (22) para comentar sobre as eleições presidenciais de 2022.

Na avaliação de Lula “é muito cedo para discutir” as eleições de 2022. Para ele, o combate à pandemia, ao desemprego e a fome deve ser a prioridade neste momento.

“Para quem me pergunta sobre 2022: é muito cedo pra começar a discutir isso. Estamos em uma pandemia. O povo está sofrendo com o desemprego, com a fome. É isso que nós temos que discutir agora”, escreveu o ex-presidente na rede social.

Os rumores de uma possível candidatura de Lula em 2022 aumentaram desde o seu pronunciamento à nação feito no último dia 7 de setembro. Na ocasião, o ex-presidente se colocou à disposição do povo para reconstruir o Brasil.

Compartilhe agora