Sara Winter usa livros de Alexandre de Moraes para escorar sofá

A ativista de extrema direita Sara Winter usou livros do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), para escorar um sofá.

Em prisão domiciliar, Sara Winter ficou noiva de Giovane Rodrigues na noite de ontem (28). Na foto que registra o beijo do casal é possível ver dois exemplares do livro “Direito Constitucional”, escrito pelo ministro do Supremo, sustentando um dos lados do sofá.

LEIA TAMBÉM:
Queiroz, no ‘bico do urubu’, presta depoimento à Polícia Federal

Novo ministro da Educação não tem pós-doutorado na Alemanha, diz universidade

Flávio Dino entrevista o ex-presidente Lula; assista ao vídeo

Sara foi presa no dia 15 de junho no inquérito que apura manifestações de rua antidemocráticas. A prisão foi decretada por Alexandre de Moraes a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). Ela deixou a prisão na semana passada e passou a ser monitorada por tornozeleira eletrônica.

Ela também foi um dos alvos dos mandados de busca e apreensão em outro inquérito no STF, o que apura as fake news, no fim de maio, e teve confiscados itens como computador e celular. A operação também foi autorizada por Moraes.

Com informações do Uol.