PF encontra contrato de empresa investigada com Helena Witzel

A primeira-dama do Rio de Janeiro, Helena Witzel, também é alvo da Operação Placebo, realizada na manhã desta terça-feira (26). Informa a coluna Painel, na Folha de São Paulo. A Polícia Federal encontrou um contrato do escritório de advocacia dela com uma empresa investigada.

A ação é a segunda fase da Operação Favorito, deflagrada no dia 14 de maio, que investiga um suposto desvio de recursos destinados para o combate ao coronavírus.

LEIA TAMBÉM:

Depoimento de Paulo Marinho: Celso de Mello nega pedido de Flávio Bolsonaro

URGENTE: Witzel é alvo de operação da PF no Rio

Rede Globo desiste de cobrir saída do Palácio da Alvorada

A Polícia Federal cumpre 12 mandados de busca e apreensão no Rio e São Paulo. Um dos locais da ação policial é o Palácio das Laranjeiras, residência oficial do governador Wilson Witzel.