Bolsonaro vai pra cima da Globo

Publicado em 30 outubro, 2019
Compartilhe agora!

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) acredita que poderá recuperar o sono perdido ontem (29) por causa da Globo, que levou ao ar matéria no Jornal Nacional o relacionando com a morte da vereadora Marielle Franco. Segundo o presidente, a emissora dos Marinho mentiu mais uma vez ao ligá-lo aos suspeitos que frequentam seu condomínio no Rio de Janeiro.

“E conhecereis a verdade e a verdade vos liberá! João 8:32”, escreveu no início da noite desta quarta-feira (30) em tom de oração e de alívio.

Três promotoras do Ministério Público do Rio disseram hoje que um áudio mostra o PM aposentado Ronnie Lessa liberando a entrada do ex-PM Élcio de Queiroz no Condomínio Vivendas da Barra, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, horas antes do crime, em 14 de março de 2018.

De acordo com essa versão do MP, o porteiro do prédio que afirmara ter interfonado para a casa 58 e falado com o “Seu Jair” se equivocou ou deu falso testemunho à Polícia Civil.

O filho do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro (PSL-RJ), foi quem apresentou o áudio da portaria [ainda não periciado] evidenciando a contradição.

“A pessoa que está na cabine [porteiro] liga para casa 65, e isso está comprovado pelas gravações. E a pessoa que atende na casa 65 é Ronnie Lessa. Com base na pessoa que atende, precisava comprovar: de essa voz é de quem? O Ministério Público, com base na voz de Lessa obtida no depoimento, fez um confronto com a voz da cabine – e o confronto deu positivo. Portanto há prova pericial de que quem atende e quem autoriza a entrada de Élcio de Queiroz é Ronnie Lessa.”

LEIA TAMBÉM
Caso Marielle: PT pede convocação de Moro para explicar intimidação ao porteiro

Procuradora nega versão do porteiro do condomínio de Bolsonaro

Rogério Correia solicita proteção a porteiro do condomínio de Bolsonaro

No meio desse imbróglio, a rede bolsonarista responsável pelas fake news levantou a hashtag ‘#QuemMandouOPorteiroMentir’ –uma corruptela de quem mandou matar Marielle Franco.

Para os Bolsonaro, que respiram aliviados esta noite, a Globo mentiu no caso do porteiro.

Compartilhe agora!