Requião sofre covarde ataque de bolsominions após aprovação da lei de abuso de autoridade

Compartilhe agora!

O ex-senador Roberto Requião (MDB-PR), um dos principais ‘digital influencer’ da esquerda brasileira, sofreu nesta sexta (16) um covarde ataque da milícia virtual bolsonarista após a aprovação do projeto de lei que coíbe o abuso de autoridade.

Requião relatou ao Blog do Esmael que ele está sendo “massacrado” nas redes sociais, provavelmente pelos militantes de direita, desde a aprovação do projeto de sua autoria, nesta quinta (15), que pune as autoridades que cometem abusos no exercício de suas funções.

De acordo com o ex-senador, esses ataques perpetrados contra ele são vis e mentirosos e inundam as redes sociais transformando-as num verdadeiro esgoto a céu aberto.

LEIA TAMBÉM
“Onde estão os militares nacionalistas?”, questiona Lula em entrevista à TVE Bahia

Assista a íntegra da entrevista de Lula a Bob Fernandes

Moro deveria ser demitido por incompetência, diz Reinaldo Azevedo

Mas Requião não perde a paciência nem a ternura. Ele acredita ser possível salvar alguns bolsominions, por isso ainda tenta explicar o teor da lei aprovada ontem:

“Trata-se da criminalização do abuso de poder. É o fim da arbitrariedade das corporações de agentes públicos. Quem é contra ou é canalha ou simplesmente é um idiota”, resume o ex-parlamentar.

Requião avalia que a aprovação da lei que pune abusos de poder só ocorreu porque houve a concretização de uma frente política. “Diversas tendências e visões se somaram para se opor a arbitrariedade criminosa das corporações”, disse.

“Abstraia, esqueça, elimine da memória a Lava Lato. Mesmo assim você verá a necessidade absoluta da lei que criminaliza abuso de agentes públicos. O mais é o grito das corporações que se sobrepõe as determinações da lei”, pediu o ‘digital influencer’ emedebista.

Compartilhe agora!