Moro aciona a Força Nacional para combater o “tsunami” da Educação

Compartilhe agora!

O ministro da Justiça de Bolsonaro, ex-juiz Sérgio Moro, assinou uma portaria mobilizando a Força Nacional de Segurança Pública para “proteger” o ministério da falta de Educação das manifestações previstas para 13 de agosto.

A “balbúrdia” convocada pela União Nacional dos Estudantes para 13 de agosto visa protestar contra os cortes na educação pública federal promovidos por Abrahm Weintraub, o ministro da falta de Educação de Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM
Cortes de Bolsonaro atingem livros da Educação Básica

Irmão do ministro da falta de Educação vira assessor especial de Bolsonaro

Ministro da falta de Educação curte e incentiva violência contra a UNE

Os estudantes também vão se unir aos trabalhadores neste dia 13 e protestar contra a “reforma” da Previdência que foi aprovada na Câmara e segue para o Senado.

A decisão de mobilizar a Força Nacional é mais uma tentativa de intimidar os estudantes que defendem as universidades públicas, gratuitas e de qualidade.

Confira a seguir a portaria publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União:

Compartilhe agora!