IFPR de Curitiba censura debate com Guilherme Boulos

Publicado em 8 agosto, 2019
Compartilhe agora!

O Instituto Federal do Paraná, campus Curitiba, proibiu a realização de um debate com líder do MTST Guilherme Boulos (PSOL) no auditório da instituição. O evento estava marcado para esta sexta-feira (9). A justificativa foi uma possível interferência do processo eleitoral interno para escolha dos dirigentes da instituição.

Boulos foi entrevistado pelo Jornal Bem Paraná e lamentou a decisão. “Eu não conheço as disputas específicas dos Instituto Federal do Paraná. Agora, isso é preocupante. Tem sido cada vez mais frequente o cancelamento de atividades de debate, sobretudo ligadas à esquerda nas universidades a partir de uma pressão.”

“Não só nas universidades públicas, com tentativa de judicialização, já tinha acontecido neste ano quando fui à Universidade Federal de Santa Catarina, como também em universidades privadas, como Mackenzie, em São Paulo”, afirmou.

LEIA TAMBÉM
Brilhante Ustra, herói de Bolsonaro, ‘institucionalizou’ a tortura no Brasil

Bolsonaro recebe viúva do torturador Brilhante Ustra nesta quinta

O grupo que organizou o debate afirma que não há ligação com o processo eleitoral interno do IFPR. O objetivo era discutir o projeto Future-se, do governo federal.

“Não tinha relação com a eleição do IFPR, mas um dos candidatos ajuizou a ação para cancelar”, afirma Nicolas Pacheco, integrante da juventude do PSOL e do coletivo Afronte.

Segundo ele, o evento está mantido só que será na rua, em frente ao campus.

As informações são do Bem Paraná.

Compartilhe agora!