Vem aí a ‘Bolsa Estupro’ de Bolsonaro, informa ministra Damares

A ministra dos Direitos Humanos, pastora Damares Alves, afirmou que o governo Bolsonaro estudará bolsa para mulher que desistir de abortar após violência sexual.

O ‘Bolsa Estupro’, como está sendo chamado o futuro possível benefício, gerou protestos de movimentos feministas e partidos progressistas.

LEIA TAMBÉM
Ministra jura que viu Jesus no pé de goiaba; Maduro afirma que vê Chávez num passarinho

Para o PSOL, a futura ministra de Bolsonaro quer “Bolsa estupro” para impedir aborto de mulheres vítimas do crime bárbaro. “O obscurantismo cega quem só prega ódio. A dor não pode ser resumida a uma questão financeira: é sobre dignidade, respeito e justiça”, manifestou-se a agremiação de Guilherme Boulos.

“O projeto mais importante que em a gente vai estar trabalhando é o Estatuto do Nascituro. Nós vamos estabelecer políticas públicas para o bebê na barriga da mãe nesta nação”, avisou ontem (11) Damares Alves.

Comentários encerrados.