Por Esmael Morais

Gleisi Hoffmann: Caixa 2 de motorista revela o verdadeiro Bolsonaro

Publicado em 11/12/2018

Para Gleisi Hoffmann, presidenta do PT, a família Bolsonaro (presidente eleito, senador, deputado e vereador) representa o que há de pior no sistema político brasileiro.

LEIA TAMBÉM
Ex-assessor de Flávio Bolsonaro vive em casa simples, então siga o dinheiro…

Caixa 2 de motorista revela o verdadeiro Bolsonaro

Gleisi Hoffmann*

O governo de Jair Bolsonaro ainda nem começou, de direito, mas o Brasil já está conhecendo, de fato, o que foi escondido pela mídia durante a campanha eleitoral. cccc

Essa espécie de manipulação ilegal de dinheiro público feira pela família Bolsonaro é típica do que existe de pior no sistema político brasileiro. É a prática do chamado baixo clero do Legislativo, que Bolsonaro frequentou nos últimos 28 anos. Provavelmente seja a origem dos 13 imóveis, avaliados pela imprensa em cerca de R$ 15 milhões, que ele e seus filhos acumularam enquanto exerceram cargos públicos. Bolsonaro pratica o que ele condenou em seus discursos hipócritas.

É simplesmente risível a “explicação” do presidente eleito, segundo o qual o dinheiro depositado na conta de sua esposa corresponderia ao pagamento de um suposto empréstimo ao motorista e amigo. Invente outra, Bolsonaro, porque esta não colou.

O Brasil está se perguntando se mais essa história ficará impune, como a denúncia de que a campanha de Bolsonaro foi irrigada por um caixa dois que pagou uma indústria de mentiras, disseminadas de forma ilegal pelo WhatsApp. O Brasil está cobrando uma ação efetiva do Ministério Público e da Justiça Eleitoral.

É hora de perguntar ao sr. Sergio Moro se ele vai continuar calado sobre esse escândalo, ou se vai defender a família Bolsonaro como defendeu o futuro ministro Onix Lorenzoni diante das evidências de ter feito campanha com caixa 2.

A cada dia ficará mais claro que o futuro presidente elegeu-se com base numa farsa. Ele não é o antissistema; ele é o que há de pior neste sistema. Ele não vai combater a corrupção; vai usar o aparelho de estado para criminalizar a oposição e os movimentos sociais. Ele não vai acabar com a violência, porque a incentiva com seu discurso de ódio, que no sábado vitimou dois companheiros do MST na Paraíba.

Nunca antes um governo teve de dar tantas explicações de malfeitos antes mesmo de tomar posse. Os que apoiaram a eleição de Bolsonaro, por ação ou por omissão, serão julgados pelo povo e pela história. Serão julgados pelas mentiras que disseminaram e pela verdades que tentaram esconder.

*Gleisi Hoffmann é senadora (PT-PR) e presidenta nacional do PT.