Temer se reúne às 11h com Parente

Depois de receber às bênçãos de pastores, neste Corpus Christi, Michel Temer terá uma diabólica reunião nesta sexta (1º) com Pedro Parente, o presidente da Petrobras.

LEIA TAMBÉM
Temer corta até verba da proteção às mulheres para garantir lucro de sócio privado na Petrobras

As pressões são para que o Tinhoso demita o responsável direto pela greve dos caminhoneiros que abalou o país. Parente adotou a política de preços na estatal atrelada à variação do dólar e à cotação internacional do petróleo.

O diabo nisso tudo é que o trabalhador brasileiro ganha em real, mas paga pelo combustível em dólar. Por isso a explosão das manifestações nos últimos dias.

Há dois dias, em São Paulo, Michel Temer admitiu que a Petrobras poderá rever a política de reajustes.