28 de julho de 2016
por esmael
5 Comentários

83 autores lançam hoje, em Curitiba, “Crônicas da Resistência” ao golpe

cronica_belloO jornalista João Bello informa que 83 autores, incluindo ele, lançarão nesta quinta (28), às 18 horas, no Teatro da Reitoria da UFPR, em Curitiba, uma coletânea que reúne crônicas contrárias ao golpe de Estado no Brasil em 2016.

28 de agosto de 2014
por esmael
8 Comentários

Confusão em protesto contra adesão do Hospital das Clínicas à  Ebserh

Mais uma tentativa de definir o destino da administração do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná está se transformando em confusão e confronto. A reunião marcada para a manhã de hoje poderia decidir pela adesão a um contrato de cogestão entre a Universidade Federal do Paraná (UFPR) e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

Algumas centenas de servidores, professores e estudantes se concentram no pátio da Reitoria e a Polícia Federal, que já ocupava o interior do prédio, tentou dispersar os manifestantes usando gás de pimenta. A adesão do Hospital à  Ebserh depende de aprovação do Conselho Universitário, mas essa reunião já foi convocada outras vezes, e! não se concretizou em função do cerco que os manifestantes impõem.

Os manifestantes se organizam na Frente de Luta Pra Não Perder o HC formada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau Público de Curitiba (Sinditest), Diretório Central dos Estudantes (DCE) e Associação dos Professores da UFPR (Apufpr). O candidato ao governo do Estado pelo PSol, Bernardo Pilotto, é servidor do Hospital de Clinicas e um dos líderes desse movimento contra a Ebserh.

A adesão à ! Ebserh é a alternativa apresentada pelo governo federal para administrar os hospitais federais do país. A empresa forneceria a mão de obra e os insumos para o funcionamento do HC, mas os manifestantes afirmam que isso significa privatizar o hospital.

No momento, a reunião está suspensa.

14 de fevereiro de 2014
por esmael
20 Comentários

Fruet foi vaiado pelos blacks blocs, diz Prefeitura de Curitiba

Gustavo Fruet levou a primeira saraivada de vaias depois de um ano à  frente da Prefeitura de Curitiba; integrantes da Frente do Transporte Coletivo Tarifa Zero dizem que foram ignorados, ontem, durante protesto em frente ao Palácio 29 de Março, por isso seguiram as pedaladas do pedetista até à  Reitoria da UFPR; Prefeitura ensaia dizer que autores dos apupos são integrantes do black blocs e de partidos que orientam manifestações violentas no país, tais como PSTU e PSOL; assista ao vídeo.

Gustavo Fruet levou a primeira saraivada de vaias depois de um ano à  frente da Prefeitura de Curitiba; integrantes da Frente do Transporte Coletivo Tarifa Zero dizem que foram ignorados, ontem, durante protesto em frente ao Palácio 29 de Março, por isso seguiram as pedaladas do pedetista até à  Reitoria da UFPR; Prefeitura ensaia dizer que autores dos apupos são integrantes do black blocs e de partidos que orientam manifestações violentas no país, tais como PSTU e PSOL; assista ao vídeo.

O prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), ontem à  noite, pedalou até à  Reitoria da Universidade Federal do Paraná (UFPR), a mais antiga do país, onde acontecia o Fórum Mundial da Bicicleta. Chegando lá, o pedetista foi alvo de acalorados apupos vindo de parte da plateia formada por estudantes que reivindicam o passe livre. Leia mais