20 de fevereiro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Exército pede o que o golpe não pode garantir: ‘segurança jurídica’ para matar no Rio

Exército pede o que o golpe não pode garantir: ‘segurança jurídica’ para matar no Rio

Se o futuro pertencesse ao coordenador da Comissão da Verdade, o procurador de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto, do Ministério Público do Paraná, após a pirotecnia da intervenção militar no Rio de Janeiro, membros das Forças Armadas e o próprio Michel Temer seriam julgados pelo tribunal de júri por eventuais crimes dolosos. ... 

Leia mais

24 de agosto de 2016
por Esmael Morais
24 Comentários

Requião a Josias de Souza: Dilma pode ser salva pela ‘fisiologia esclarecida’ do Senado

requiao_dilma_josiasO senador Roberto Requião (PMDB-PR) afirmou nesta quarta (24) ao jornalista Josias de Souza, no portal UOL, que a ‘fisiologia esclarecida ainda pode salvar Dilma’ do impeachment no Senado. “A Dilma, então, precisa de mais sete senadores”, faz as contas. Abaixo, leia a íntegra: Leia mais

9 de junho de 2016
por Esmael Morais
14 Comentários

Temer e mídia bandida fazem ‘operação abafa’ contra pedido de Janot

rodrigo_janot_pmdb

O interino Michel Temer lançou uma ofensiva midiática para impedir que a cúpula do PMDB vá para a cadeia. Estão no bico do corvo os senadores Renan Calheiros (AL), presidente do Senado; Romero Jucá (RR), ex-ministro do Planejamento; o ex-presidente da República, José Sarney (AP), e Eduardo Cunha (RJ), presidente afastado da Câmara. Ou seja, “tutti buona gente…”. Leia mais

18 de novembro de 2013
por Esmael Morais
11 Comentários

Marco Aurélio desce o sarrafo em Barbosa: não havia motivo para o açodamento!

Marco Aurélio Mello, ao jornalista Josias de Souza, afirmou que não compreendeu, e aguardando justificativa de Barbosa, sobre vinda dos acusados para Brasília. Para quê? Para depois eles retornarem à  origem?!, questionou; ministro ainda disse que não havia motivo para açodamento! e que, se fosse ele, aguardaria até segunda-feira.

Marco Aurélio Mello, ao jornalista Josias de Souza, afirmou que não compreendeu, e aguardando justificativa de Barbosa, sobre vinda dos acusados para Brasília. Para quê? Para depois eles retornarem à  origem?!, questionou; ministro ainda disse que não havia motivo para açodamento! e que, se fosse ele, aguardaria até segunda-feira.

As prisões dos réus do mensalão em pleno feriado da Proclamação da República racharam o Supremo Tribunal Federal (STF). O primeiro a atirar contra o presidente da corte, Joaquim Barbosa, foi o ministro Marco Aurélio Mello. ... 

Leia mais

3 de novembro de 2013
por Esmael Morais
14 Comentários

Aécio pode jogar a tolha em favor de Serra, suspeita Eduardo Campos

O governador pernambucano Eduardo Campos, candidato à  Presidência da República pelo PSB, consultou os búzios e enxergou que o tucano Aécio Neves jogará a toalha na disputa de 2014.

O socialista externa sua “visão” como suspeita de que o senador mineiro será substituído pelo ex-governador paulista José Serra.

Batendo no patamar de 15% nas pesquisas de opinião, segundo o Datafolha, Campos espera ultrapassar Aécio até última sondagem do ano prevista para dezembro.

A mesma análise que faz Campos sobre hipotética desistência de Aécio, o diretor-presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, neste blog, também fez em setembro. Ele classificou a disputa de 2014 como “a eleição dos reservas”.

Blog do jornalista Josias de Souza conta detalhes do “sonho” de Eduardo Campos em viabilizar-se candidato das elites e do poder econômico contra Dilma. Leia:

Campos afirma suspeitar que Aécio pode desistir

Tomado pelo que diz em suas conversas privadas, o presidenciável do PSB, Eduardo Campos, só leva a sério a candidatura presidencial do tucano Aécio Neves até certo ponto. O ponto de interrogação. Campos declarou a vários interlocutores que não exclui de suas análises a hipótese de Aécio desistir de disputar o Planalto.

A partir do relato de três pessoas que ouviram o raciocínio de Campos, verifica-se que suas dúvidas misturam-se a um certo otimismo quanto ao próprio desempenho, e a uma torcida, só confessada longe dos refletores, para que José Serra prevaleça sobre Aécio na disputa pela vaga de representante do PSDB na sucessão de 2014.

A parceria com Marina Silva deu a Eduardo Campos uma autoconfiança que o fez perder a falsa modéstia. Nós vamos ganhar essa eleição, diz ele entre quatro paredes. Alçado ao patamar de 15% no último Datafolha, Campos prevê que, em algum momento, ultrapassará Aécio, que aparece na mesma pesquisa com 21%.

Nesse instant Leia mais