18 de outubro de 2016
por Esmael Morais
14 Comentários

Ministro dos Planos de Saúde apela para a baixaria na eleição de Maringá (PR)

enio_maringa_2016O ministro dos Planos de Saúde Ricardo Barros (PP), já investigado pelo MPF, partiu para a baixaria para tentar ressuscitar seu irmão, Silvio Barros II (PP), na disputa do 2º turno em Maringá (PR). A informação é do deputado Enio Verri (PT-PR), em sua coluna desta terça (18). “… desespero de quem se encontra 20 pontos atrás de seu concorrente”, analisa o colunista, que adverte: “a família Barros faz mal a Maringá”. Leia mais

23 de novembro de 2015
por Esmael Morais
11 Comentários

Veja essa: Operação Publicano do Gaeco transforma escândalos anteriores em “café pequeno”

gaeco_publicanoCoube ao diligente repórter e blogueiro Fábio Silveira, do Jornal de Londrina, a revelação de que a Operação Publicano, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado  (Gaeco), contabilizou, até agora, prejuízo de R$ 725 milhões aos cofres públicos.

Com o avanço das investigações, a força-tarefa do Ministério Público do Paraná acredita que a soma poderá ultrapassar R$ 1 bilhão.

Esse dinheiro deixou de entrar no caixa do estado porque fora trocado por propina para fiscais da Receita Estadual.

Há suspeita de que parte desse valor foi desviado para a campanha de reeleição do governador Beto Richa (PSDB). O inquérito está na Procuradoria Geral da República (PGR).

O lobista Luiz Abi Antoun, primo do governador tucano, de acordo com o Gaeco, seria o chefe da quadrilha mesmo não tendo formalmente cargo no governo do estado. Leia mais

30 de março de 2015
por Esmael Morais
21 Comentários

Marcelo Cattani pede demissão da comunicação de Beto Richa

cattani_abi_richaO jornalista Marcelo Cattani acabou de pedir demissão do cargo de secretário da Comunicação Social do governo Beto Richa (PSDB). ... 

Leia mais

23 de abril de 2014
por Esmael Morais
51 Comentários

Coluna do Ademar Traiano: “Derrota de Dilma e do PT entra no radar dos políticos e da população”

Ademar Traiano*

O PT está naufragando em um mar de corrupção e incompetência. A popularidade da presidente Dilma Rousseff derrete. O número de pessoas que desaprova o jeitão truculento de Dilma governar (48%) já é maior do que aqueles que aprovam (47%), segundo o Ibope.

A aprovação pessoal de Dilma caiu para 34%. Estudiosos de eleições garantem que governantes com esse percentual de aprovação tendem a não se reeleger. Ou seja, se Dilma não produzir uma enorme virada, corre o risco de ficar sem emprego em 2015.

Dizer que Dilma venceria no primeiro turno se a eleição fosse hoje, por 37% a 23% (da oposição somada) é bobagem. Para começar, a eleição não é hoje. Candidatos de oposição crescerão quando mais conhecidos. Isso acontecerá durante a campanha, quando as condições se tornarão menos desiguais.

Em contrapartida, os escândalos, a roubalheira na Petrobras, relações promíscuas do PT com o doleiro Youssef, dinheiro rapinado nas estatais para as campanhas políticas, a mutreta com os dados do IBGE sobre o desemprego, a inflação, a incompetência, tudo conspira para que o prestígio do governo federal afunde ainda mais.

O naufrágio deve ocorrer apesar dos valorosos esforços da senadora petista Gleisi Hoffmann, que se notabiliza pelas tentativas de tapar o sol com a peneira, melar CPIs, fajutar pesquisas que mostram os números reais do desemprego, varrer a sujeira do PT para debaixo do tapete.

Ainda os empréstimos

!“ A luta do Paraná para liberar empréstimos, bloqueados pela perseguição da senadora Gleisi Hoffmann, começa a ser mais bem entendida. Prova é o editorial da Gazeta do Povo de domingo (20) sobre o caso. Uma perseguição que gerou prejuízos irreparáveis. Recursos que todos os estados receberam em 2012, o Paraná terá acesso (talvez) em meados de 2014. Alguns trechos:

– Parece surreal que, para conseguir a liberação de um empréstimo de R$ 817 milhões, o governo do Paraná tenha precisado pedir a prisão do secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin. Mas o episódio, ocorrido na semana passada, lança muitas luzes sobre as dificuldades que o Paraná tem tido para receber verbas cuja liberação depende da boa vontade de Brasília.

– Em fevereiro deste ano, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello concedeu uma liminar exigindo que a STN destravasse o empréstimo.

– Mesmo assim, o Tesouro ignorou a liminar, agora alegando que o Paraná descumpriu o investimento mínimo em saúde no ano de 2013. No dia 3 de abril, Mello teve de voltar a agir, desta vez determinando multa diária de R$ 100 mil à  União.

– Como nem isso serviu para amolecer o secretário Augustin, a Procuradoria-Geral do Estado foi novamente ao Supremo, no dia 8, p Leia mais

10 de abril de 2014
por Esmael Morais
20 Comentários

Coluna do Requião Filho: “Enquanto estouram escândalos no país, MP faz farra com diárias”

 Requião Filho, em sua coluna desta quinta, abre fogo contra procuradores do Ministério Público Federal, que, segundo ele, promovem farra com diárias no órgão que deveria dar o exemplo; Onde estava o MP nas negociações bilionárias da Petrobras? Onde estava o MP quando a Rede Globo tornou-se a maior devedora da Receita? Onde fica o MP quando a imprensa não faz a denúncia? Em qual gaveta descansam em berço esplêndido as inúmeras denúncias encaminhadas ao MP?!; ora, viajando com diárias pagas pelo contribuinte; a grave denúncia do colunista aponta que apenas um procurador recebeu R$ 100 mil reais em diárias; Quem fiscaliza os fiscais? Os paladinos da Justiça se beneficiam do fato de eles mesmos se fiscalizarem e da certeza do silêncio da imprensa e da classe política por medo de represálias!, indigna-se o especialista em políticas públicas, que também estranha o volume de denúncias contra políticos em ano eleitoral; leia o texto.


Requião Filho, em sua coluna desta quinta, abre fogo contra procuradores do Ministério Público Federal, que, segundo ele, promovem farra com diárias no órgão que deveria dar o exemplo; Onde estava o MP nas negociações bilionárias da Petrobras? Onde estava o MP quando a Rede Globo tornou-se a maior devedora da Receita? Onde fica o MP quando a imprensa não faz a denúncia? Em qual gaveta descansam em berço esplêndido as inúmeras denúncias encaminhadas ao MP?!; ora, viajando com diárias pagas pelo contribuinte; a grave denúncia do colunista aponta que apenas um procurador recebeu R$ 100 mil reais em diárias; Quem fiscaliza os fiscais? Os paladinos da Justiça se beneficiam do fato de eles mesmos se fiscalizarem e da certeza do silêncio da imprensa e da classe política por medo de represálias!, indigna-se o especialista em políticas públicas, que também estranha o volume de denúncias contra políticos em ano eleitoral; leia o texto.

Requião Filho* ... 

Leia mais