27 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Bancários organizam dia nacional de protesto contra privatização da Caixa

Bancários organizam dia nacional de protesto contra privatização da Caixa


Entidades de representação dos funcionários da Caixa Econômica Federal (CEF) convocaram para quinta-feira (29) um Dia Nacional de Luta contra a privatização fatiada do banco, projeto do governo golpista e de Bolsonaro, presidente eleito. A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) está orientando as federações, sindicatos e associações que realizem mobilizações em todo o país. ... 

Leia mais

17 de maio de 2018
por Redacao
Comentários desativados em Mobilização nacional contra o desmonte da Caixa Econômica pelo governo Temer

Mobilização nacional contra o desmonte da Caixa Econômica pelo governo Temer


Os trabalhadores da Caixa Econômica Federal realizaram, nesta quarta-feira (16), o Dia Nacional de Luta por mais respeito e valorização. Os atos, que aconteceram em várias cidades do país, são uma resposta ao projeto de privatização do banco, que ao mesmo tempo em que reduz despesas com o quadro funcional, financia com dinheiro público um megaevento, que foi realizado, em Brasília/DF, na quarta-feira (16), com a presença de mais de 6 mil gerentes e gestores de unidades da Caixa. ... 

Leia mais

31 de janeiro de 2014
por Esmael Morais
3 Comentários

Denúncia contra Lupi expõe racha sobre o FGTS

via Coluna da EsplanadaA denúncia publicada em uma revista no último sábado de que uma empresária pagou R$ 200 mil de propina ao ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi, e na qual cita que o atual titular, Manoel Dias, “é nosso”, envolve muito mais que a acusação sobre um suposto esquema milionário de venda de registro sindical.

Nos bastidores, descerram-se as cortinas de algo maior dentro do ministério: a disputa pelo poder no Comitê do Fundo de Investimento do FGTS (Fundo de garantia do tempo de Serviço), com saldo de bilhões para investimentos.

Em entrevista, a empresária Ana Cristina Aquino disse que entregou dentro de uma bolsa Louis Vuitton a quantia ao próprio ministro. Ele nega e rebate que não há provas. Mas em uma outra frente, Ana Cristina envolve o advogado do PDT no Paraná, João Alberto Graça. Segundo Ana Cristina, ele se tornou sócio de sua empresa no Estado, de carretas “cegonha” para transporte de carros, a fim de abocanhar contrato com a Renault, recém-instalada na região; mas nada andou, e a empresa não saiu do papel.

à‰ nesse ponto que começa a encrenca, e aparece outra encrenca na esteira da denúncia. Não é apenas a acusação política. Há um jogo de interesses dentro do Comitê do Fundo de Investimento do FGTS. João Graça será (ou seria) o próximo presidente do comitê, com poder de caneta para direcionar investimentos do fundo. Mas agora é detonado por parte do conselho. Abriu-se, então, uma guerra entre dois grupos.

Um defende a posse de Graça na presidência, por direito de rodízio, como representante do governo. Outro o quer fora dali, e usa a denúncia da revista para extirpar do ministério a turma de Graça. Esse grupo quer indicar para o cargo o representante da Caixa Econômica Federal, Fábio Cleto.

E por trás dessa disputa de indicações, os objetivos de cada grupo: João Graça é contra a aplicação de R$ 9 bilhõe Leia mais