7 de agosto de 2014
por Esmael Morais
4 Comentários

Em dia de Ibope, Bolsa abre em alta; ações da Petrobras sobem

do Brasil 247
O mercado abriu em alta nesta quinta-feira 7, na expectativa da divulgação da pesquisa eleitoral realizada pelo instituto Ibope, encomenda pela TV Globo. à€s 10h29, o principal índice da Bovespa registrava ganhos de 0,60%, com destaque para as ações da Petrobras.

A mostra a ser divulgada na noite desta quinta-feira 7 medirá o efeito Cláudio, ou seja, se a denúncia de que o candidato à  Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, de que construiu um aeroporto em propriedade que pertenceu ao seu tio-avô, mudou o humor do eleitorado.

Os tucanos acreditam que não, com base em pesquisas internas. Os petistas, que dizem estar de posse também de dados internos, avaliam que houve, sim, piora do cenário para o PSDB.

Abaixo, matéria do portal Infomoney sobre o mercado nesta quinta-feira e reportagem anterior do 247 sobre o levantamento Ibope que será divulgado nesta noite:

Por Lara Rizério

SàƒO PAULO – O Ibovespa registra ganhos na sessão desta quinta-feira (7), com destaque mais uma vez para as ações da Petrobras. Além da expectativa pela pesquisa Ibope e a fala do ministro da Fazenda, Guido Mantega, o mercado repercute positivamente matéria do jornal Valor Econômico, que apontou que uma das discussões da equipe de campanha de Dilma seria informar que haverá aumento da gasolina, provavelmente após o segundo turno da eleição.

à€s 10h29 (horário de Brasília), o índice registrava ganhos de 0,60%, a 56.825 pontos. Os papéis de bancos registram leves ganhos e sustentam a alta do índice.

Ainda no noticiário corporativo brasileiro, o mercado repercute os resultados do segundo trimestre. A Eletropaulo (ELPL4) viu seu lucro líquido de R$ 245,3 milhões no mesmo período do ano passado virar para um prejuízo líquido de R$ 354,4 milhões entre abril e junho deste ano, levando a companhia para um prejuízo de R$ 537,9 milhões no primeiro semestre. Por outro lado a rece Leia mais

24 de julho de 2014
por Esmael Morais
11 Comentários

Aécio e Dilma estão “embolados” em Curitiba, diz pesquisa da Visão

Em colégio historicamente hostil ao PT, presidenta Dilma encosta no senador Aécio Neves em sondagem realizada em Curitiba; segundo o Instituto de Pesquisa Visão, o tucano tem 27,8% das intenções de voto e a petista possui 24,4%; de acordo com a sondagem, 46,2% dos curitibanos não votariam de jeito nenhum em Dilma e 12,1% rejeitam Aécio.

Em colégio historicamente hostil ao PT, presidenta Dilma encosta no senador Aécio Neves em sondagem realizada em Curitiba; segundo o Instituto de Pesquisa Visão, o tucano tem 27,8% das intenções de voto e a petista possui 24,4%; de acordo com a sondagem, 46,2% dos curitibanos não votariam de jeito nenhum em Dilma e 12,1% rejeitam Aécio.

A presidenta Dilma Rousseff (PT) e o senador mineiro Aécio Neves (PSDB) aparecem “embolados” na primeira pesquisa realizada em Curitiba, capital do Paraná, que será divulgada neste fim de semana pelo jornal Impacto Paraná. Segundo o Instituto de Pesquisa Visão, o tucano tem 27,8% das intenções de voto e a petista possui 24,4%.  ... 

Leia mais

23 de julho de 2014
por Esmael Morais
12 Comentários

Erro ou fraude? O que explica a diferença entre Ibope e Datafolha?

do Brasil 247
Nas últimas eleições municipais, o instituto Datafolha cometeu um dos erros mais grosseiros de sua história. Na véspera da eleição, divulgou uma pesquisa com empate triplo em primeiro lugar !“ José Serra (PSDB) com 28%, Celso Russomano (PRB) com 27% e Fernando Haddad (PT) com 24% -, quando na verdade apenas dois se classificaram, Serra e Haddad, e o terceiro, Celso Russomano, mal deu torcida. Agora, nesta eleição presidencial, os resultados do Datafolha começam a despertar dúvidas desde cedo.

Na pesquisa divulgada na última quinta-feira 17, o levantamento do Datafolha mostra a presidente Dilma Rousseff (PT) com 36% das intenções de voto, o candidato do PSDB, Aécio Neves, com 20%, e Eduardo Campos (PSB) com 8%. Os números são bastante similares, considerando o empate técnico, com os do Ibope divulgados na noite desta terça-feira 22. Nessa mostra, Dilma tem 38%, Aécio, 22%, e Campos mantém os 8%.

A grande diferença está na simulação de segundo turno. Enquanto o Datafolha registra empate técnico entre Dilma (com 44% das intenções de voto) e Aécio (com 40%), e uma pequena distância entre Dilma (45%) e Campos (38%), o Ibope aponta vitória distante da petista nas duas hipóteses, quando enfrenta o senador tucano (41% contra 33%) e quando disputa com o ex-governador de Pernambuco (41% contra 29%).

O próprio Planalto reagiu com estranheza ao Datafolha da semana passada, conforme noticiou Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania. Segundo ele, a pesquisa foi recebida “com espanto e até com indignação” pela equipe do governo Dilma, que questionou, por exemplo, a lógica de o candidato do PSDB ficar estacionado no primeiro turno e ganhar 20 pontos percentuais em um eventual segundo turno, enquanto a petista só ganharia oito.

Afinal, o que explicaria tamanha diferença?

Leia mais

21 de julho de 2014
por Esmael Morais
26 Comentários

Ibope dá Dilma com 41%, Aécio 23% e Campos tem 6% no Rio Grande do Sul

do Brasil 247
Pesquisa Ibope divulgada na manhã desta segunda-feira (21) mostrou o cenário para as eleições presidenciais no Rio Grande do Sul. No estado, Dilma Rousseff (PT) apresenta uma boa vantagem sobre seus adversários, com 41% das intenções de voto, contra 23% de Aécio Neves (PSDB) e 6% de Eduardo Campos (PSB). Neste cenário, Dilma seria reeleita no primeiro turno.

Entre outros candidatos, a soma atinge 36%, sendo que a candidata do PSOL, Luciana Genro, tem 4% das intenções. Enquanto isso, 9% dos eleitores disseram que vão votar nulo ou em branco e 13% declararam não saber em quem votar. Na pesquisa, a margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Sobre a aprovação do governo, 53% dos entrevistados veem como positivo, sendo que 36% consideram a administração de Dilma ótima ou boa. De acordo com a pesquisa, a nota média da presidente ficou em 5,6. O Ibope entrevistou 812 eleitores entre 13 e 16 de julho.

Leia mais

19 de julho de 2014
por Esmael Morais
34 Comentários

Pesquisa Istoà‰/Sensus aponta empate em caso de 2!° turno

do Brasil 247A pesquisa Istoà‰/Sensus divulgada nesta sexta-feira (19) mostrou uma leve queda nas intenções de voto entre os principais candidatos a presidente da República. E, assim como o Datafolha de quinta-feira, em caso de segundo turno, a presidente Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) teriam uma situação de empate técnico, sendo a primeira vez que o levantamento aponta esta situação.

Dilma conta com 31,6% dos votos, ante 32,2% das intenções de voto na pesquisa anterior. Já Aécio tem 21,1%, leve queda ante 21,5% no levantamento realizado em junho. Eduardo Campos (PSB), por sua vez, também teve leve queda, de 7,5% para 7,2%. As variações foram dentro da margem de erro da pesquisa, de 2,2% para mais ou para menos.

E os entrevistados que responderam que votariam em branco ou nulo, que não quiseram responder ou que disseram que não votariam em nenhum candidato tiveram uma expressiva alta, passando de 28,8% para 34,4%.

No caso de segundo turno, Dilma teria 36,3% dos votos contra 36,2% do tucano – tecnicamente empatados. Houve uma queda de 5 pontos na diferença entre uma pesquisa e outra. Já no caso de um segundo turno entre Dilma e Campos, a petista teria 38,7% e o pernambucano, 30,9%. No levantamento anterior, Dilma eria 37,5% e o pernambucano, 26,9%.

Avaliações positiva e negativa do governo caem

A avaliação positiva do governo Dilma teve queda, com 32,4% vendo a administração federal como positiva, ante 34,2% da pesquisa anterior. Enquanto isso, cresceu o percentual dos que consideram seu governo regular, passando de 29,1% para 36,4% entre os dois levantamentos. A avaliação negativa caiu, por sua vez, de 34,6% para 28,5%.

Cerca de 40,9% aprovam o desempenho de Dilma no governo, contra 50,9% que a desaprovam. Entre os índices de rejeição, Dilma apresenta o maior: é rejeitada por 42,4% dos entrevistados, enquanto Aécio por 25,3% e Campos, por 25,2%. Dilma é conhecida por 96,8% dos candidatos, enquanto Aécio é por 76,4% e Campos, por 59%.

A pesquisa foi realizada nos dias 12 a 15 de julho, com 2 mil eleitores. A margem de erro é de 2,2%, para mais ou para menos, e o índice de confiança é de 95%.

Leia mais

17 de julho de 2014
por Esmael Morais
42 Comentários

Dilma vence no 1!º turno, diz Datafolha

De acordo com o instituto, Dilma Rousseff (PT) tem 36%, Aécio Neves (PSDB) possui 20%, Eduardo Campos (PSB) obteve 8% e Pastor Everaldo (PSC) aparece com 3%. No levantamento, 13% votam em branco ou nulo e 14% estão indecisos; Considerando apenas os votos válidos, dentro da margem de erro que é de 2%, a petista venceria no primeiro turno se as eleições fossem hoje.

De acordo com o instituto, Dilma Rousseff (PT) tem 36%, Aécio Neves (PSDB) possui 20%, Eduardo Campos (PSB) obteve 8% e Pastor Everaldo (PSC) aparece com 3%. No levantamento, 13% votam em branco ou nulo e 14% estão indecisos; Considerando apenas os votos válidos, dentro da margem de erro que é de 2%, a petista venceria no primeiro turno se as eleições fossem hoje.

O Jornal Nacional, da TV Globo, divulgou na noite desta quinta (17) nova pesquisa do Datafolha sobre a disputa pela Presidência da República. ... 

Leia mais

16 de julho de 2014
por Esmael Morais
10 Comentários

Datafolha deverá mostrar quadro inalterado na disputa pela Presidência, diz especialista

Datafolha divulga nas próximas horas nova rodada de pesquisas já captando o humor do eleitorado com o término da Copa no Brasil; diretor-presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, acredita em cenário inalterado em relação à  última sondagem há duas semanas.

Datafolha divulga nas próximas horas nova rodada de pesquisas já captando o humor do eleitorado com o término da Copa no Brasil; diretor-presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, acredita em cenário inalterado em relação à  última sondagem há duas semanas.

O diretor-presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, aposta em estabilidade no quadro eleitoral em sondagem do Datafolha que deverá ser divulgado nas próximas horas. ... 

Leia mais

19 de junho de 2014
por Esmael Morais
24 Comentários

Ibope de Corpus Christi: Dilma tem 39%, Aécio 21 e Campos 10%

do Brasil 247

Acabam de sair os números da pesquisa Ibope; a presidente Dilma Rousseff lidera, com 39%, seguida do tucano Aécio Neves, com 21%, e do socialista Eduardo Campos, com 10%; "nanicos" somam 9%, o que indicaria a possibilidade de segundo turno; no entanto, o instituto incluiu entre os candidatos o senador Magno Malta (PR-ES), cujo partido pode apoiar a presidente Dilma.

Acabam de sair os números da pesquisa Ibope; a presidente Dilma Rousseff lidera, com 39%, seguida do tucano Aécio Neves, com 21%, e do socialista Eduardo Campos, com 10%; “nanicos” somam 9%, o que indicaria a possibilidade de segundo turno; no entanto, o instituto incluiu entre os candidatos o senador Magno Malta (PR-ES), cujo partido pode apoiar a presidente Dilma.

O Ibope divulgou, neste feriado de Corpus Christi, seus novos números para a sucessão presidencial. A eles: ... 

Leia mais

6 de junho de 2014
por Esmael Morais
21 Comentários

Datafolha: Dilma cai a 34%; adversários patinam nos 35%

do Brasil 247

Segundo nova pesquisa sobre sucessão presidencial do Instituto Datafolha, presidente perdeu três pontos nas intenções de voto, caiu de 37% a 34%; desde fevereiro, queda foi de dez pontos percentuais; em contrapartida, seus principais adversários não cresceram: Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) tiveram variação negativa, o mineiro foi de 20% a 19%, enquanto o pernambucano oscilou de 11% a 7%; quem avançou, foi o Pastor Everaldo, do PSC, que chegou a 4%; taxa de eleitores sem candidato bateu recorde que vinha desde 1989, com 30%; aprovação ao governo Dilma também caiu para 33% e se aproximou do auge dos protestos de 2013; no segundo turno, Dilma venceria Aécio por 46% a 38%.

Segundo nova pesquisa sobre sucessão presidencial do Instituto Datafolha, presidente perdeu três pontos nas intenções de voto, caiu de 37% a 34%; desde fevereiro, queda foi de dez pontos percentuais; em contrapartida, seus principais adversários não cresceram: Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB) tiveram variação negativa, o mineiro foi de 20% a 19%, enquanto o pernambucano oscilou de 11% a 7%; quem avançou, foi o Pastor Everaldo, do PSC, que chegou a 4%; taxa de eleitores sem candidato bateu recorde que vinha desde 1989, com 30%; aprovação ao governo Dilma também caiu para 33% e se aproximou do auge dos protestos de 2013; no segundo turno, Dilma venceria Aécio por 46% a 38%.

A presidente Dilma Rousseff segue na frente das intenções de voto para a Presidência, segundo pesquisa Datafolha concluída nesta quinta-feira (5). ... 

Leia mais

26 de maio de 2014
por Esmael Morais
7 Comentários

Candidatos de Aécio e Campos perdem para Pimentel no 1!º turno em MG

do Brasil 247

Minas Gerais, com o segundo o maior colégio eleitoral do País e onde nasceram tanto a presidente Dilma Rousseff, do PT, como o senador Aécio Neves (PSDB-MG), deverá ser decisiva nas eleições deste ano. Por isso mesmo, foi escolhida para a primeira pesquisa eleitoral do 247, feita em parceria com o Instituto Veritá, que tem 17 anos de tradição no mercado. Registrada na Justiça Eleitoral pelo número MG-00018/2014, a pesquisa ouviu 3.077 mineiros, entre os dias 19 e 24 de maio deste ano, levantando cenários tanto para a disputa estadual, como para a sucessão presidencial.

Na disputa para governador, o petista Fernando Pimentel, ex-ministro do Desenvolvimento, hoje seria eleito em primeiro turno, com os seguintes números:

Percentual de votos Votos válidos

Fernando Pimentel (PT) !  !  !  35,5% ! !  !  !  !  !  !  !  !  !  !  61,2%

Pimenta da Veiga (PSDB) !  !  !  !  17,8% !  !  !  !  !  !  ! !  !  !  !  30,8%

Júlio Delgado (PSB) !  !  !  !  !  !  ! 4,6% !  !  !  !  !  !  !  !  !  !  !  8,0%

A pesquisa também mediu como os mineiros seriam influenciados por fortes cabos eleitorais: o senador Aécio Neves e o ex-governador Antonio Anastasia, para o PSDB, e a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula. Neste ponto, há quase um empate técnico: 45% dos mineiros seriam influenciados por Aécio/Anastasia e 42,9% por Dilma/Lula.

Diante desses números, a pesquisa reforça a percepção de que Fernando Pimentel já é mais identificado com Dilma e Lula do que Pimenta da Veiga com Aécio e Anastasia !“ dados recentes mostraram, inclusive, que muitos mineiros consideram Pimentel, do PT, como o candidato de Aécio.

Caso fosse medida a influência dos presidenciáveis no cenário estadual, os resultados seriam os seguintes, com a disputa indo para o segundo turno:

Percentual de votos Votos válidos

Fernando Pimentel (PT) !  !  !  !  !  !  39,1% !  !  !  !  !  !  !  !  !  46,8%

(com apoio de Lula e Dilma)

Pimenta da Veiga (PSDB) !  !  !  !  !  ! 33,8% !  !  !  !  !  !  !  !  !  40,4%

(com Aécio e Anastasia)

Júlio Delgado (PSB) !  !  !  !  !  !  !  ! 10,6% !  !  !  !  !  !  !  !  !  ! 12,7%

(com Eduardo e Marina)

Outro foco da pesquisa foi a sucessão presidencial, em Minas Gerais. Na pesquisa espontânea, Aécio Neves teria 15,8%, contra 14,1% Leia mais

9 de maio de 2014
por Esmael Morais
19 Comentários

Datafolha confirma Sensus: #VaiTerSegundoTurno

com Brasil 247

Segundo turno seria disputado entre a presidente Dilma Rousseff, do PT, que recuou de 38% para 37%, e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que foi de 16% a 20%; Eduardo Campos, do PSB, subiu de 10% a 11%, enquanto Pastor Everaldo (PSC) teve 3% e Eduardo Jorge (PV), José Maria (PSTU), Denise Abreu (PTN) e Randolfe Rodrigues (Psol) conseguiram, cada um, 1%; assim, os votos da oposição somariam 38% contra 37% do governo; resultado torna disputa mais emocionante.

Segundo turno seria disputado entre a presidente Dilma Rousseff, do PT, que recuou de 38% para 37%, e o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que foi de 16% a 20%; Eduardo Campos, do PSB, subiu de 10% a 11%, enquanto Pastor Everaldo (PSC) teve 3% e Eduardo Jorge (PV), José Maria (PSTU), Denise Abreu (PTN) e Randolfe Rodrigues (Psol) conseguiram, cada um, 1%; assim, os votos da oposição somariam 38% contra 37% do governo; resultado torna disputa mais emocionante.

A nova pesquisa Datafolha, divulgada nesta sexta-feira, confirma os resultados do levantamento Istoé/Sensus, da semana passada, e indica a tendência de segundo turno nas eleições presidenciais. ... 

Leia mais

10 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
20 Comentários

Dilma Rousseff vence no primeiro turno, diz Paraná Pesquisas

O diretor da Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, afirma que se as eleições fosse hoje a presidenta Dilma Rousseff (PT) seria reeleita, caso seus adversários fossem o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

Segundo sondagem nacional feita pelo instituto, a presidenta teria 47,2% das intenções de voto. Somados, Aécio e Campos, teriam 31,8%.

A presidente também teria uma vantagem de 10 pontos, caso o candidato tucano fosse o ex-governador de São Paulo, José Serra.

A ex-senadora tem melhor desempenho que Campos na pesquisa. Ela tem 24,5% das intenções de voto, ante 42,5% de Dilma e 17,9% de Aécio, o que representa uma diferença de ínfimos 0,1% entre a intenção de voto na petista e a soma dos outros dois.

De acordo com a Paraná Pesquisas, a disputa só iria para o segundo turno em cenário cujos adversários da petista fossem Marina Silva (PSB) e José Serra (PSDB). A dupla oposicionista somaria 44,3% ante 41,08% de Dilma.

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, embora não se declare candidato, aparece 15,6%, tecnicamente empatado com Aécio.

Hidalgo avalia que somente Marina poderá complicar a vida de Dilma e ele não descarta que a ex-senadora venha a substituir Campos na disputa, caso continue patinando nas pesquisas.

Aprovação

Entre junho e dezembro, a aprovação do governo de Dilma subiu de 50% para 56%. A desaprovação passou de 44% para 39%. Apesar dessa melhora, temos um índice alto de desaprovação. Não é um número que traga tranquilidade!, diz Hidalgo.

Dilma também tem a rejeição mais alta entre todos os candidatos, 27,6%. Os nomes com os menores índices de rejeição são justamente os de Marina (6,9%) e Barbosa (5,0%). A margem de erro da pesquisa é de 2%.

Acerca da pesquisa

A Paraná Pesquisas entrevistou 2,250 eleitores maiores de 16 anos, em 158 municípios brasileiros, entre os dias 3 e 7 de dezembro. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.

Veja os cenários da Paraná Pesquisas:

Com informações do jornal Gazeta do Povo.

Leia mais