Lula chuta o saco do PSDB e acerta a boca do Estadão

Mais perdido que cachorro caído de mudança, o Estadão tenta justificar seu antipetista, antinacionalismo e antilulismo em mais um editorial.

Em seu périplo pelo Rio Grande do Sul, o ex-presidente Lula relatou que o PSDB acabou. Nenhuma mentira. Os tucanos, que Deus os tenha, se foram ao aderir à barbárie proposta por Jair Bolsonaro e promover o golpe contra Dilma Rousseff em 2016.

– Vocês estão lembrados que uma vez um senador do PFL, o Jorge Bornhausen, disse que era preciso acabar com ‘essa desgraça do PT‘. O PFL acabou. E agora quem acabou foi o PSDB. E o PT continua forte – disse o ex-presidente na terça-feira, 31 de maio, na capital gaúcha.

Lula chutou o saco do PSDB e acabou acertando a boca do Estadão.

As redes sociais não perdoaram a sabujice do jornalão paulistano.

– Natureza autoritária = debochar do psdb – eclipsou o humorista Gregório Duvivier. “Porra. Estadão, porra”, tirou.

Outro navegante, Matheus Amorim, então cobrou:

– Se isso é ser autoritário, somos TODOS no Brasil, atualmente. Como levar o PSDB a sério, depois do que fizeram este ano?

Veja também  Lula 43%, Bolsonaro 28%, Moro e Ciro 8%, diz Ipespe/XP