Ciro Gomes, tic-tac

► Pré-candidatura de Ciro Gomes está por um fio no PDT

O mundo político trabalha com a hipótese de “saírem” com a pré-candidatura de Ciro Gomes, do PDT, cuja intenção de votos oscila entre 5 e 8 pontos.

A retirada de Ciro da jogada resolveria a eleição no primeiro turno a favor do ex-presidente Lula, do PT.

Dentro da margem de erro, a candidatura de Ciro levaria a disputa presidencial entre Lula e Bolsonaro para segundo turno.

No caso de vitória de Lula, o PDT e o presidente da agremiação, Carlos Lupi, terão participação efetiva nos ministérios.

Lula critica motociata de Bolsonaro: ‘combustível caro e comprado com dinheiro público’

A saída “honrosa” para o ex-ministro seria cair atirando por três ou quatro dias.

O script é parecido com o das eleições de 2010, quando o PSB desistiu da candidatura de Ciro. Na época, os socialistas argumentaram que a candidatura prejudicaria as alianças com o PT em alguns estados.

Agora, a conversa no PDT é que a candidatura ameaça a democracia com a ida de Bolsonaro para o segundo turno.

O deadline – a linha da morte – para pré-candidatura de Ciro Gomes é junho, qual seja, daqui a dois meses.

As convenções partidárias, que irão celebrar as alianças majoritárias, serão entre final de julho e início de agosto.

Ciro Gomes, tic-tac.

Veja também  Delúbio Soares, herói da base petista, será entrevistado às 10h deste domingo