Morre, aos 89 anos, o ex-presidente da Câmara Severino Cavalcanti

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Severino Cavalcanti (PP) morreu na manhã desta quarta-feira (15), aos 89 anos, em Recife (PE). A causa da morte não foi divulgada.

O enterro está previsto para ocorrer às 15h, na cidade de João Alfredo, no Agreste de Pernambuco, onde ele nasceu.

LEIA TAMBÉM
Moraes quer dados do Facebook para combater fake news

Janaina Paschoal faz coro com Bolsonaro em ‘fake news’ sobre pedofilia

Cloroquina: Deputado petista aciona PGR contra Bolsonaro por improbidade administrativa

Severino foi deputado federal por três mandatos: entre 1995 e 1999, entre 1999 e 2003 e entre 2003 e 2007. Além da atuação como deputado federal, ele também foi deputado estadual por sete mandatos, entre os anos de 1967 e 1995. Entre 1964 e 1966, foi prefeito de João Alfredo. O ex-parlamentar retornou à gestão do município entre os anos de 2009 e 2012.

Em setembro de 2005, Severino renunciou ao mandato de deputado federal para evitar uma cassação. Ele estava envolvido no escândalo que ficou conhecido como “mensalinho”. Foi acusado de cobrar propina de R$ 10 mil por mês do dono de um dos restaurantes da Câmara. Nesse mesmo ano, havia sido presidente da Câmara entre os meses de fevereiro e setembro.

Com informações do G1