Flávio Dino pede demissão de Weintraub do MEC

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), foi ao Twitter nesta segunda-feira (25) para pedir a demissão do ministro da Educação, Abraham Weintraub, que agrediu os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) em reunião ministerial realizada no dia 22 de abril.

“O ministro de Estado que, em reunião oficial, agrediu os ministros do Supremo, chamando-os de “vagabundos” e defendendo as suas prisões, ainda continua no cargo?”, escreveu o governador maranhense.

LEIA TAMBÉM:

Sisu oferecerá bolsas de estudo para cursos EAD

Em nota, Bolsonaro diz que não interferiu na PF e que acredita no arquivamento de inquérito

Empresa indenizará Dilma em R$ 60 mil após chamá-la de burra em publicidade

A fala agressiva de Weintraub, que também pediu a prisão dos ministros da Corte Suprema, repercutiu fortemente no meio político. O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB), sugeriu a demissão do ministro da pasta da Educação.