Em Davos, Huck é chamado de ‘próximo presidente do Brasil’

Luciano Huck, Host, Rede Globo, Brazil, Kishore Mahbubani, Senior Adviser and Professor in the Practice of Policy, National University of Singapore, Singapore speaking during the Session “Rebuilding Societal Trust in Latin America” at the Annual Meeting 2019 of the World Economic Forum in Davos, January 25, 2019. Congress Centre – Salon. Copyright by World Economic Forum / Sandra Blaser

O apresentador da Rede Globo Luciano Huck causou sensação nesta quinta-feira (23) no Fórum Econômico Mundial em Davos, durante um painel sobre os protestos na América Latina. No debate, ele até foi chamado de “próximo presidente do Brasil”.

O momento aconteceu enquanto Huck discursava sobre desigualdade, educação e ambiente. O escritor e youtuber brasileiro Raiam Santos e a secretária executiva da Comissão Econômica para América Latina e Caribe da ONU, Alicia Bárcena Ibarra, o chamaram assim ao interagir na discussão.

“O Brasil precisa ser mais bem representado, para além da economia”, cutucou Huck.

Segundo o apresentador, o Fórum Econômico é um espaço para discutir ideias que possam gerar crescimento econômico com redução da desigualdade, e o Brasil precisa estar presente em outros painéis, além dos econômicos. “Sem dúvida a gente entregou números importantes do ponto de vista econômico, mas a gente estava fora dos painéis de educação, desigualdade e Amazônia”.

LEIA TAMBÉM:

Dino: “Prefiro Huck dialogando comigo do que com Bolsonaro”

Moro cria perfil no Instagram e repete foto segurando calendário

Partidos vão à PGR contra Carla Zambelli por compra de votos

Luciano Huck afirmou ainda que há “muitas maneiras” de ajudar a mudar o País, e que “entrar para a política é uma delas”. Mas também afirmou que “todas as decisões que tomamos na vida são políticas”.

No Instagram, Huck fez uma postagem “didática” comentando a função do Fórum de Davos. Veja:

Ver essa foto no Instagram

Vc sabe o que é o Forum Econômico Mundial? @worldeconomicforum

Uma publicação compartilhada por Luciano Huck (@lucianohuck) em