#Bolsolão indica risco de impeachment de Bolsonaro

Publicado em 18 outubro, 2019
Compartilhe agora!

O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), denunciou nesta sexta-feira (18) que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tentou comprar deputados para removê-lo da liderança e substituí-lo por seu filho, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), cuja operação final deu errado.

Waldir minimizou a ameaça de implodir o presidente da República, em entrevista a jornalistas, após a convenção do PSL em Brasília, afirmando que ele se referia ao áudio do próprio Bolsonaro vazado ontem (17). Segundo o parlamentar, era uma clara tentativa de o presidente comprar deputados com cargos e controle partidário para quem votasse para seu filho na liderança.

A hashtag #Bolsolão está “implodindo” Jair Bolsonaro no Twitter e nas demais redes sociais, indicando que há risco concreto de impeachment no horizonte.

LEIA TAMBÉM
Bolsonaro aciona AGU para processar Delegado Waldir

Joice Hasselmann pode implodir Bolsonaro, ao vivo, no Roda Viva de 2ª feira

CPI das Fake News inicia série de audiências públicas na próxima terça

O deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), por exemplo, disse que irá protocolar um pedido de afastamento do presidente da República nos próximos dias. De acordo com o parlamentar que se elegeu no PSL, há elementos de sobra para o impendimento.

Na segunda-feira (21), todos os olhos se fixarão na entrevista da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), no Roda Viva. Ela foi defenestrada ontem da liderança do governo no Congresso Nacional. A ex-líder se queixa que foi avisada da “demissão” pela imprensa e, também, pode revelar ao vivo coisas da campanha de 2018 que deixariam até o “Véio da Havan” de cabelo em pé.

Portanto, #Bolsolão é primo-irmão do mensalão e sinônimo de impeachment.

Ou seja, o k-suco ainda vai ferver muito mais em Brasília.

Compartilhe agora!