Por Esmael Morais

Navios iranianos: Impasse continua no litoral do Paraná

Publicado em 20/07/2019

O impasse continua no litoral do Paraná: A Petrobras afirmou que não deve abastecer dois navios iranianos, com produtos brasileiros, devido às sanções impostas pelo governo norte-americano ao Irã.  Os navios do Irã está na lista de embargos dos Estados Unidos. A estatal brasileira justificou a posição, afirmando que o objetivo é evitar sanções e que não é a única fornecedora de combustível.

“Caso a Petrobras venha a abastecer esses navios, ficará sujeita ao risco de ser incluída na mesma lista [de punições do EUA], o que poderia ocasionar graves prejuízos à companhia”, consta na nota da Petrobras.

O presidente Jair Bolsonaro também falou sobre o tema, afirmando que quer manter o relacionamento com o presidente dos EUA, Donald Trump, demonstrando uma completa submissão aos ditames do governo norte-americano

Os navios estão parados no litoral do Paraná. O objetivo seria seguir para o Oriente Médio, carregando cerca de 100 mil toneladas de milho brasileiro comprados no Paraná, carga avaliada em R$ 100 milhões. Mas como não conseguiu autorização para abastecer, está sem previsão de saída.

O embargo contra o Irã é uma ação política do governo Trump, que acusa o regime iraniano de desenvolver a produção em massa de artefatos nucleares, inclusive de uma bomba atômica.