4 de junho de 2018
por editor
Comentários desativados em Revista Veja é condenada por ‘fake news’ contra Alexandre Padilha

Revista Veja é condenada por ‘fake news’ contra Alexandre Padilha

A Revista Veja foi condenada por danos morais contra o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT) e sua esposa Thassia Alves por notícias falsas divulgadas em 2015. O então colunista da revista, Felipe Moura Brasil, publicou um texto dizendo que o parto de Thassia no SUS havia sido uma farsa. ... 

Leia mais

26 de agosto de 2015
por Esmael Morais
7 Comentários

Coluna do Alvaro Dias: Reforma administrativa no auge da crise

Alvaro Dias*

Download

A disposição anunciada pelo governo de reduzir o número de ministérios é positiva, desde que a intenção se transforme realmente em ação. A medida não pode ser apenas cortina de fumaça para tentar disfarçar a crise.

É praticamente impossível administrar uma esplanada com 39 ministérios, além de centenas de órgãos auxiliares e empresas públicas. Diante de um desgoverno como esse, o País precisa urgentemente de uma grande reforma administrativa que corte, de cima a baixo, a gigantesca estrutura de ministérios e estruturas paralelas, que estabelecem uma superposição de ações e aumentam os gastos do erário.

O anúncio do governo chega com muito atraso e em meio à perda de credibilidade e popularidade da presidente da República. E como uma reforma administrativa profunda depende de apoio político no Congresso para se concretizar, o governo vai precisar primeiro derrotar o monstro que criou e do qual é refém: o balcão de negócios.

Em busca de apoio político, o Estado brasileiro foi sendo aparelhado nos últimos anos. Criou-se uma estrutura agigantada e incompetente. Os apaniguados, sem qualificação técnica, dominaram os órgãos administrativos e puxaram para baixo a qualidade da gestão pública.

O governo montou esse balcão de negócios para garantir apoio fisiológico. Cargos vêm sendo usados como moeda de troca para garantir a aprovação de projetos no Congresso, mas com a popularidade da presidente em queda livre, esse apoio tornou-se insuficiente.

Nós da oposição já denunciamos no plenário, diversas vezes e por vários anos, o gigantismo da máquina pública e cobramos o corte das despesas correntes. Mas o governo não nos ouviu e precisou chegar ao fundo do poço para acenar com a disposição de cortar na própria carne

Esperamos que o corte na estrutura da administração pública seja para valer, e não apenas em ministérios que, na prática, não existem. Aquelas secretarias desnecessárias que foram criadas para alimentar o apetite por cargos.

A reforma administrativa foi anunciada para tentar recuperar politicamente o governo, mas a dinâmica palaciana tem mostrado que o governo é especialista em anunciar, mas péssimo em executar. Se dessa vez a execução do corte de ministérios for uma lástima, o governo terá perdido seu tempo mais uma vez.

*Alvaro Dias é senador pelo PSDB e líder da Oposição no Senado Federal. Ele escreve nas quartas-feiras para o Blog do Esmael sobre “Ética na Política”.

Leia mais

9 de julho de 2015
por Esmael Morais
24 Comentários

Requião convoca brasileiros para “defender o pré-sal e derrotar os entreguistas”

presalEm seu comentário para as emissoras de rádio nesta quinta-feira (9), o senador Roberto Requião (PMDB) fez uma convocação contra a tentativa dos conservadores de entregar as reservas de petróleo da camada do pré-sal às empresas multinacionais.

“É entreguismo puro e simples. É atitude de quem não acredita no Brasil e nos brasileiros. Precisam os resistir a esse gente”, afirmou o senador.

Requião critica a presidenta Dilma Rousseff (PT) que estaria tentando vender parte da Petrobras para fazer caixa e cumprir o superávit primário.

O peemedebista lembra também da denúncia do Wikileaks em que o senador José Serra (PSDB) havia prometido, quando foi candidato a presidente, liquidar o sistema de partilhas e oferecer a exploração do pré-sal em concessão.

Ouça a seguir o comentário do senador. Leia mais

11 de abril de 2015
por Esmael Morais
29 Comentários

Veja essa: Álvaro Dias “afrouxa a tanga” e se rende à política social do PT

O senador Álvaro Dias (PSDB) um dos mais ferinos críticos do PT e do governo Dilma Rousseff, ao que parece, “afrouxou a tanga” e se rendeu à política social dos petistas.

Em público, o tucano desce a bordoada nos petistas e nos programas sociais criados pelo partido de Lula, mas “escondidinho” são outros quinhentos. O senador do PSDB capitaliza as políticas públicas de Dilma, conforme documento interceptado pelo Blog do Esmael.

Em ofício encaminhado ao prefeito José de Jesus Isac, do município de Santana do Itararé, na região Norte Pioneiro do Paraná, o senador Álvaro Dias escreve:

“Tenho a satisfação de informar Vossa Excelência que a Prefeitura de Santana do Itararé tem à sua disposição um crédito no valor de R$ 28.226,78, referente à iniciativa do Governo Federal intitulado Ação Brasil Carinhoso – Ampliação do Acesso à Creche, que faz parte do Programa Bolsa Família”, diz um trecho do documento assinado pelo tucano.

O diabo é que o senador tucano não explicou no ofício que o programa é uma política pública do governo Dilma, ou seja, todos os municípios brasileiros têm acesso ao programa anunciado por ele, Álvaro Dias, justamente a um prefeito do PT. Isso mesmo, o prefeito de Santana do Itararé é petista!

Oh, azar!

Abaixo, leia o recibo (ofício) de Álvaro para o PT:

http://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2015/04/Recibo_Alvaro_PT.pdf

Leia mais

17 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
35 Comentários

Coluna do André Vargas: “Enquanto Richa chora e só pensa em pedágio, o governo Dilma trabalha pelo PR”

André Vargas, em sua coluna desta terça, afirma que enquanto Beto Richa chora em busca de responsáveis pelo caos administrativo e financeiro, o governo de Dilma Rousseff faz obras e investimentos pesados em infraestrutura no Paraná; mais uma vez, o colunista elogia o ex-governador Requião pela recuperação que teria feito nas estradas e acusa o tucano de "só pensar em pedágio"; "Enquanto o governador comemora o pagamento do décimo terceiro com a chegada de um empréstimo internacional ou fica procurando responsáveis pelo desastre administrativo em curso nós continuamos trabalhando pelo Brasil e pelo Paraná", cutuca o vice-presidente da Câmara e porta-voz de Gleisi Hoffmann no PT; leia o texto.

André Vargas, em sua coluna desta terça, afirma que enquanto Beto Richa chora em busca de responsáveis pelo caos administrativo e financeiro, o governo de Dilma Rousseff faz obras e investimentos pesados em infraestrutura no Paraná; mais uma vez, o colunista elogia o ex-governador Requião pela recuperação que teria feito nas estradas e acusa o tucano de “só pensar em pedágio”; “Enquanto o governador comemora o pagamento do décimo terceiro com a chegada de um empréstimo internacional ou fica procurando responsáveis pelo desastre administrativo em curso nós continuamos trabalhando pelo Brasil e pelo Paraná”, cutuca o vice-presidente da Câmara e porta-voz de Gleisi Hoffmann no PT; leia o texto.

por André Vargas* ... 

Leia mais