‘Pedágio só acaba definitivamente com a derrota de Ratinho Junior’, afirma Requião

‘Pedágio só acaba definitivamente com a derrota de Ratinho Junior’, afirma Requião

Depois de 25 anos, esta segunda-feira (29/11) está sendo o primeiro dia útil sem pedágio nas 27 praças das rodovias do Anel da Integração.

Com os contratos vencidos, a lei obriga as concessionárias a abrirem as cancelas e a se absterem de cobrar o pedágio mais caro do mundo dos usuários das estradas paranaenses.

Em vídeo publicado nas redes sociais, hoje, o ex-senador Roberto Requião (sem partido) denunciou o que seria, segundo ele, mais uma tentativa de enganar a população.

Pré-candidato ao governo do Paraná, Requião disse que o governador Ratinho Junior (PSD) já acertou a licitação por mais de 30 anos e com novas 15 praças de pedágio logo após as eleições de 2022.

De acordo com o experiente político, a tática de Ratinho é a mesma utilizada pelo ex-governador Jaime Lerner, em 1998, quando estava perdendo a eleição por causa do pedágio. ‘Ele reduziu a tarifa pela metade, mas depois de eleito não recorreu de uma ação das pedageiras’, afirmou.

Para Requião, só tem um jeito de acabar com a “roubalheira” do pedágio: “derrotando Ratinho Junior na reeleição do ano que vem”.

A verdade sobre o pedágio, segundo Requião [vídeo]:

Leia também

Requião: ‘assumo o compromisso de acabar com a ladroagem do pedágio’

Paraná terá eleição mais nacionalizada da história em 2022; saiba por quê

Moro e Deltan estão atrás de imunidade parlamentar, diz Requião na Jovem Pan [vídeo]

‘Efeito Requião’: proximidade das eleições forçou a abertura das cancelas de pedágio no Paraná

Nos bastidores da Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), deputados da situação e da oposição não falam outra coisa: as cancelas de 27 praças de pedágio foram abertas devido ao avanço da pré-candidatura do ex-senador Roberto Requião, que, por meio de sua caravana, denuncia a “roubalheira” que dura 25 anos.

É claro que os parlamentares também puxam a sardinha para sua própria brasa dizendo que a Frente Parlamentar sobre o Pedágio discutiu e politizou o tema realizando audiências públicas, bem como fez questionamentos administrativos e judiciais.

Na próxima quinta-feira (02/11), quando a Caravana passar pelo município de Paranavaí, Noroeste, lideranças partidárias e de movimentos sociais pretendem homenagear Roberto Requião por ajudar a limitar a voracidade das pedageiras no estado. Segundo essas lideranças, apenas com o ‘Efeito Requião’ –participando dos debates pré-eleitorais– governo e pedágio foram obrigados a recuar pelo próximo ano. Com a derrota de Ratinho Junior, na reeleição de 2022, será possível derrotar definitivamente o pedágio no Paraná, apostam.

Veja onde as praças de pedágio estão com cancelas abertas no Paraná:

Caminhos do Paraná

  • Porto Amazonas (BR-277)
  • Irati (BR-277)
  • Prudentópolis (BR-277)
  • Imbituva (BR-373)
  • Lapa (BR-476)
  • Rodonorte

  • São Luiz do Purunã (BR-277)
  • Ortigueira (BR-376)
  • Imbaú (BR-376)
  • Tibagi (BR-376)
  • Palmeira (BR-376)
  • Carambeí (PR-151)
  • Jaguariaíva (PR-151)
  • Ecovia

  • São José dos Pinhais (BR-277)
  • Econorte

  • Jacarezinho (BR-369)
  • Jataizinho (BR-369)
  • Sertaneja (PR-323)
  • Viapar

  • Mandaguari (BR-376)
  • Castelo Branco (BR-376)
  • Arapongas (BR-369)
  • Floresta (PR-317)
  • Campo Mourão (BR-369)
  • Corbélia (BR-369)
  • Ecocataratas

  • Candói (BR-277)
  • Laranjeiras do Sul (BR-277)
  • Cascavel (BR-277)
  • Céu Azul (BR-277)
  • São Miguel do Iguaçu (BR-277)