Rosângela Moro é exonerada de cargo no programa ‘Pátria Voluntária’

Rosângela Moro, esposa do ex-ministro da Justiça Sergio Moro, foi exonerada nesta quarta-feira (13) de sua função como representante titular da sociedade civil no programa “Pátria Voluntária” do Governo federal – coordenado por Michele Bolsonaro.

De acordo com informações apuradas pelo UOL, Rosângela Moro teve a demissão publicada hoje no Diário Oficial da União (DOU) e assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto. O programa que a esposa de Sergio Moro estava é comandado por Michele Bolsonaro, esposa do presidente da República Jair Bolsonaro.

O obscuro “Pátria Voluntária” é um mistério para a sociedade brasileira que não conhece os objetivos e as realizações do programa, porém é uma unidade de gastos em contratações, eventos e diárias.

LEIA TAMBÉM:

Bolsonaro, na ‘defensiva’, entrega ao Supremo os exames de coronavírus

Bolsonaro no bico do corvo

Papa agradece aos enfermeiros e enfermeiras pelo serviço prestado à Humanidade

Quando Moro anunciou publicamente que iria sair do governo Bolsonaro, Rosângela usou as redes sociais para se pronunciar sobre o caso. “Não poderia esperar outra atitude”, opinou por meio de uma rede social.

A respeito da exoneração, a esposa de Sergio Moro não concedeu maiores detalhes.