Por Esmael Morais

PDT vai de Requião

Publicado em 08/08/2017

Os mandachuvas pedetistas estão irritadíssimos com Osmar Dias, que, indefinido, pode embarcar no Phodemos, o novo partido de seu irmão Alvaro Dias.

Também contribuiu para os maus bofes dos caciques pedetistas a nota oficial de Osmar detonando o partido, que, segundo Dias, apoia Nicolás Maduro.

Osmar Dias vinha dizendo há meses que não permaneceria no PDT, pois, de acordo com ele, Alvaro seria candidato à Presidência da República e o partido lançaria o ex-ministro Ciro Gomes.

O PDT adianta que não apoiará Osmar, caso ele saia e se candidate ao governo do Paraná por outra agremiação.

“Se Osmar vacilar, o que não é difícil, nós vamos de Requião”, confirmou ao Blog do Esmael um dirigente nacional do PDT.

O senador Roberto Requião lidera em todas as pesquisas sérias a corrida pelo Palácio Iguaçu.