William Waack desiludido com Bolsonaro: sem chances contra Lula

O jornalista William Waack, apresentador do Jornal da CNN, se desiludiu com o presidente cessante Jair Bolsonaro (PL).

Em tom de conselho, o escriba da extrema direita afirma que o mandatário, sem conseguir articular qualquer plano, tem as chances políticas reduzidas em outubro contra o ex-presidente Lula.

– O “grande capital”, como se dizia antigamente, despediu-se há tempos de Bolsonaro, e segmentos relevantes da indústria, finanças e varejo colocaram Lula no centro dos seus cenários (que já são de curto prazo) – anotou Waack em sua coluna no Estadão, nesta quinta (19/05).

Segundo o jornalista de direita, Bolsonaro conseguiu a proeza de rachar os produtores de grãos e proteínas, que o acolheram com entusiasmo há quatro anos. Esse segmento, continua William Waack, não tem muito a esperar do atual inquilino do Palácio do Planalto.

– Esse quadro piorou com a incapacidade de Bolsonaro de apresentar qualquer “plano” de combate à inflação e, em curtíssimo prazo, da subida dos preços de combustíveis, fatores que provocam imensa corrosão no cacife eleitoral de qualquer governo em qualquer lugar – lamenta o colunista do Estadão e apresentador da CNN.

De acordo com Waack, o mantra de Bolsonaro é “eu não sou culpado”, no entanto, ressalta o jornalista, “não colou” entre os eleitores.

Em síntese, William Waack resolveu aceitar a iminente vitória de Lula porque dói menos.

Veja também  PT será generoso com aliados nos estados para facilitar a eleição de Lula