Deu no Jornal Nacional, da Globo: "Lula recebe na França prêmio de revista especializada em política internacional"

William Bonner, do Jornal Nacional, se “engasga” ao falar sobre vitória de Lula no primeiro turno

O apresentador do Jornal Nacional, William Bonner, se “engasgou” ao falar da possibilidade de vitória de Lula já no primeiro turno em 2022.

Bonner reverberou nesta quarta (22/09) a nova pesquisa do Ipec com a intenção de voto para as eleições presidenciais de 2022. Depois do encerramento do Ibope Inteligência, ex-executivos criaram o Ipec. A empresa é liderada por Márcia Cavallari.

O apresentador do JN se “engasgou” ao dizer que o ex-presidente Lula estaria no limite da margem de erro para ganhar no primeiro turno neste cenário. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Na margem de erro, Lula vence com 50% já no primeiro turno.

Na pesquisa, primeiro, o instituto considerou um cenário com dez candidatos.

William Bonner se “engasgou” porque Lula venceria no primeiro turno inclusive com o ex-juiz Sergio Moro, que, no levantamento, tem 5%.

Até as emas que habitam o Palácio da Alvorada sabem que Moro não será candidato porque o novo Código Eleitoral proíbe. O Congresso Nacional aprovou recentemente a quarentena de cinco anos para juízes, militares e membros do Ministério Público. O dispositivo está previsto no Projeto de Lei Complementar (PLP) 112/2021.

Nesta rodada, o Ipec considerou um cenário mais crível com apenas cinco candidatos.

  • Lula, 48%
  • Jair Bolsonaro, 23%
  • Ciro Gomes, 8%
  • João Doria, 3%
  • Luiz Henrique Mandetta, 3%

O Ipec fez 2.002 entrevistas, em 141 municípios, dos dias 16 a 20 de setembro.

Leia também

Lula agora está “on” no Linkedin, plataforma dedicada ao mundo do trabalho

Datafolha manda Lula encomendar terno novo para a posse; petista lidera pesquisa para presidente em 2022

Lula vence eleição no 1º turno no Ceará, diz Paraná Pesquisas