[Vídeo] Veja a íntegra da reunião de Bolsonaro com embaixadores no Palácio Alvorada

O Blog do Esmael disponibiliza abaixo a íntegra da reunião do presidente cessante Jair Bolsonaro (PL) com embaixadores no Palácio da Alvorada, em Brasília, nesta segunda-feira (18/07).

Diante de representações diplomáticas, Bolsonaro voltou a lançar dúvidas sobre o sistema eleitoral brasileiro de urnas eletrônicas.

As redes sociais reagiram o encontro chamando o presidente de “Mentiroso da República“, que se transformou no principal tópico de de discussão no Twitter.

Bolsonaro ainda abriu fogo contra o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e afirmou que seu governo está empenhado em apresentar uma “saída” para as eleições de 2022.

– Nós queremos, obviamente, estamos lutando para apresentar uma saída para isso tudo. Nós queremos confiança e transparência no sistema eleitoral brasileiro- afirmou o mandatário. “Nós queremos corrigir falhas. Queremos transparência. Nós queremos democracia de verdade.”

► Aparece morto diretor de associação onde dirigente do PT Marcelo Arruda foi assassinado em Foz do Iguaçu

► É proibido publicar fake news contra Lula e o PT, decide TSE

► Caso Marcelo Arruda: Ministério Público pede quebra de sigilos telefônicos de bolsonaristas

Sem provas contra o sistema eleitoral brasileiro, Bolsonaro tentou puxar as Forças Armadas na treta das urnas eletrônicas.

– Eleições são questões de segurança nacional. Nós não queremos instabilidade no Brasil – alegou o inquilino do Palácio do Planalto.

“Todas” as pesquisas de intenção de votos apontam a vitória do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que pode ganhar no primeiro turno.

– O nosso objetivo é transparência e confiança nas eleições. Quem ganhar, o outro lado tem que se conformar. Estamos a três meses das eleições. As propostas sugeridas pelas Forças Armadas praticamente estacam a manipulação de números – insistiu Bolsonaro, diante de embaixadores atônicos.

– O que nós queremos? Paz, tranquilidade. Mas por que um grupo de três pessoas apenas, três pessoas, querem trazer instabilidade para o nosso país? Não aceitam nada – declarou o presidente da República, em alusão aos minstros Alexandre de Moraes, Edson Fachin e Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O ex-presidente Lula, pelo Twitter, disse que é uma pena que o Brasil não tenha um presidente que chame 50 embaixadores para falar sobre algo que interesse ao país. “Emprego, desenvolvimento ou combate à fome, por exemplo. Ao invés disso, conta mentiras contra nossa democracia”, declarou o petista.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.

Assista a íntegra do vídeo:

Encontro de Bolsonaro com chefes de missão diplomática [embaixadores] no Palácio da Alvorada [18/07/2022 ]