Vereador de Palmeira (PR) insiste na tese de que moradores bebem “defuntos” pela torneira; veja o vídeo

O jornal Gazeta de Palmeira denunciou na semana passada que os moradores do município de Palmeira, a 85 km de Curitiba, na região dos Campos Gerais, poderiam estar “bebendo defunto” pelas torneiras da Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná). Este blog repercutiu o assunto e o repórter Marc Souza, da RIC TV (Record), foi até lá conferir essa história macabra.

A polêmica foi levantada pelo vereador Inácio Budziak (PDT) que, no vídeo, mostra restos mortais à  beira do manancial de captação da água.

Na reportagem da RIC TV, ficou claro que os moradores palmeirenses estão com medo de tomar água contaminada. Restos de um cemitério de fato estão sendo despejados nas margens rio Pugas, que abastece a cidade. Dele, sai toda água consumida pela população.

Na quarta-feira (14), em nota oficial enviada a este blogueiro, a Sanepar jurou de pés juntos que os moradores de Palmeira não bebem defunto como desconfiam os vereadores da cidade.

Diante da negativa da Sanepar, vereadores e moradores estudam coletar a água em garrafas para levá-las aos diretores da companhia em comitiva. Segundo os palmeirenses, se a direção da empresa concessionária tomar o precioso líquido aí eles também passariam acreditar que não escorre defunto pelas torneiras.

Pelo sim pelo não, na semana que vem os vereadores de Palmeira deverão voltar ao polêmico tema: afinal, os moradores da cidade estão bebendo ou não estão bebendo defunto?

Veja também  Bolsonaro x Lula também polarizam se repete nas redes sociais, diz pesquisa Quaest

Comments are closed.