URGENTE: Vaza lista com ministério do “golpe no golpe” de Rodrigo Maia

Em tempo punhais longos, o Blog do Esmael obteve com exclusividade neste sábado (8) a lista com o ministério do “golpe no golpe” do presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ), o “Botafogo” nas planilhas da Odebrecht.

Evidentemente que se trata de uma lista ainda aberta à discussão dos golpistas que, para executá-la, terão de aprovar na Câmara a investigação proposta pelo STF e, consequentemente, o afastamento de Michel Temer (PMDB).

A lista vazada com o “ministério do golpe no golpe”, excetuando alguns poucos, traz praticamente os mesmos nomes que compõem o listão de delações da Odebrecht e da JBS.

Leia a íntegra da lista vazada com ministério do “golpe no golpe”:

Advocacia-Geral da União
José Eduardo Cardozo (PT-SP)
Banco Central do Brasil
Tasso Jereissati (PSDB-CE)
Casa Civil
Roberto Jefferson (PTB-RJ)
Controladoria-Geral da União
Janaina Paschoal
Gabinete de Segurança Institucional
Aldo Rabelo (PCdoB-SP)
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Baleia Rossi (PMDB-SP)
Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação
Bispo Macedo
Ministério da Cultura
Roberto Freire (reconduzido)
Ministério da Defesa
Duayne Norman (ex-CIA)
Ministério da Educação
Senadores Magno Malta, Hélio José ou o ator Alexandre Frota
Ministério da Fazenda
Ciro Gomes (PDT-CE)
Ministério da Entegração Nacional
José Serra (PSDB-SP)
Ministério da Justiça
Deltan Dallagnol (sem partido)
Ministério da Previdência Social
Rubens Bueno (PPS-PR)
Ministério da Saúde
Carlos Marun (PMDB-MS)
Ministério das Cidades
Ratinho
Ministério das Comunicações
Mirian Leitão
Ministério das Relações Exteriores
Heráclito Fortes (PSB-PI)
Ministério de Minas e Energia
Pedro Parente
Ministério do Desenvolvimento Agrário
Ronaldo Caiado (DEM-GO)
Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome
Henrique Meirelles
Ministério do Desenvolvimento, indústria e Comércio Exterior
Ana Amélia (PP-RS)
Ministério do Esporte
Senador Ataídes Oliveira (PSDB-GO)
Ministério do Meio Ambiente
Romero Jucá (PMDB-RR)
Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão
Moreira Franco (PMDB-RJ)
Ministério do Trabalho e Emprego
Paulinho da Força (SD-SP)
Ministério do Turismo
Hugo Henrique (indicação A.D.)
Ministério da Infraestrutura
Senadora Lúcia Vânia (DEM-GO)
Ministério Extraordinário de Reorganização do Sistema Penitenciário Brasileiro
Eliseu Padilha (PMDB-RS)
Ministério Extraordinário de Provimento de Tornozeleiras Eletrônicas*
Fernando Francischini (SD-PR)
Secretaria da Micro e Pequena Empresa
Blairo Maggi
Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República
Darcísio Perondi (PMDB-RS)
Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República
Zezé Perrella (PDT-MG)
Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República
William Bonner (Globo)
Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República
Silas Lima Malafaia
Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial
Pastor Everaldo (PSC-RJ)
Secretaria de Políticas para as Mulheres
Joice Hasselmann
Ministério dos Transportes
Clésio Andrade (PMDB-MG)
Secretaria de Relações Institucionais
Senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)
Secretaria-Geral da Presidência da República
Orlando Silva (PCdoB-SP)
Líder do governo na Câmara
Sérgio Souza ou João Arruda, ambos do PMDB-PR
Líder do governo no Senado
Cristóvam Buarque (PPS-DF)

Veja também  Rodrigo Maia foi "chifrado" pelo DEM na véspera da eleição na Câmara

*Todos os ministros serão monitorados por tornozeleira eletrônica, o que poderá ao presidente Botafogo realizar conferências ao vivo desde a Penitenciária de Pinhais (PR), Papuda, ou qualquer unidade de detenção com segurança máxima ou não no país.

Comments are closed.