URGENTE: Justiça indefere pedido de liberdade para bolsonarista que matou tesoureiro do PT em Foz do Iguaçu

  • Magistrado decretou segredo de justiça nas alegações de pedido de prisão domiciliar

O juiz Gustavo Germano Francisco Arguello, da 3ª Vara Criminal de Foz do Iguaçu, indeferiu nesta quinta-feira (04/08) pedido para revogação da prisão preventiva de Jorge Guaranho, que matou no dia 9 de junho Marcelo Arruda, dirigente do PT, enquanto comemorava seus 50 anos de idade.

Segundo o magistrado, em sua decisão, a prisão de Guaranho é medida necessária para assegurar a garantia da ordem pública.

O juiz ainda determinou que, assim que o assassino receba alta hospitalar, seja enviado para o Complexo Médico Penal ou para o Complexo Penitenciário Federal.

Ainda na decisão, o juiz Arguello decretou segredo de justiça nas alegações de pedido de prisão domiciliar.

O Ministério Público do Paraná se manifestou contrariamente, pugnando pela manutenção da prisão preventiva e indeferimento do pedido de prisão domiciliar.

Clique aqui para ler a íntegra da decisão judicial.

Blog do Esmael, notícias verdadeiras.

LEIA TAMBÉM