O ex-governador Teotônio Vilela, de Alagoas, é um dos tucanos que se aproximam de candidaturas de esquerda e progressistas em 2022

Tucanos se aproximam de candidaturas de esquerda e progressistas em 2022

Google News

De Norte a Sul do país, tucanos históricos se aproximam de candidaturas de esquerda e progressistas nas eleições de 2022.

Segundo o site É Assim, o ex-governador de Alagoas, Teotônio Vilela (PSDB), revelou a amigos sua insatisfação com os rumos da legenda, principalmente com o domínio do governador João Doria (PSDB), de São Paulo. Ele manifestou ainda que vai votar em Lula (PT) para presidente.

Téo Vilela foi presidente do PSDB durante o mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Segundo o site, na avaliação de Vilela, o PSDB vai sucumbir junto com João Doria após as eleições e o ex-governador está preocupado com a caminhada de Rodrigo Cunha (PSDB) para o governo de Alagoas, considerando que lhe falta o apoio de um grupo mais amplo para atingir o objetivo.

“Por isso mesmo, Téo Vilela, segundo declarações de uma fonte do ninho tucano, aconselha Rodrigo Cunha a mudar de partido”, destaca a reportagem, informando que a proposta é que Cunha se mude para o PSB, partido que discute uma aliança nacional do o PT.

Com informações do site Brasil 247

Como o PT vê o mapa da disputa entre Lula e Bolsonaro em 2022

Veja também  Flávio Dino entrevista o ex-presidente Lula; assista ao vídeo