Toffoli dá 15 dias para Weintraub explicar ofensas à UNE

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, mandou notificar o ministro da Educação, Abraham Weintraub, para que apresente explicações sobre declarações ofensivas à União Nacional dos Estudantes (UNE).

LEIA TAMBÉM:
Ministros do STF querem que CNMP leve adiante investigação sobre fundação da Lava Jato

Lula: “Bolsonaro não tem medido esforços para provar que é um lambe-botas dos EUA”

Por Israel, Bolsonaro estuda envio de tropas no Oriente Médio

A decisão de Toffoli é de 27 de dezembro e foi uma resposta a uma interpelação judicial movida pela entidade no STF após o ministro acusar a UNE de ser uma “máfia”. A fala ocorreu durante o anúncio da data de lançamento das carteirinhas digitais pelo MEC.

“Por que algumas pessoas são contra a carteirinha digital? Porque a UNE ganha 500 milhões por ano fazendo isso”, disse, na ocasião. “A gente vai quebrar mais uma das máfias do Brasil, tirar 500 milhões das mãos da tigrada da UNE”, disse o ministro na ocasião.

O prazo para que Weintraub se explique é de 15 dias.

Com informações da Carta Capital.

Veja também  Doria diz à CNN americana que Bolsonaro é um líder psicopata [vídeo]