21 de novembro de 2016
por esmael
22 Comentários

Governo do Paraná não tem um negro no 1º escalão, mas torra verba em propaganda

O governo Beto Richa (PSDB) não tem um negro sequer no primeiro escalão, mas utilizou a data de Zumbi dos Palmares — 20 de novembro — para fazer uma demagogia.

20 de novembro de 2015
por admin
6 Comentários

Coluna do Bruno Meirinho: Dia da Consciência Negra; memória, reparação e justiça

Download

Bruno Meirinho*

O dia 20 de novembro é o dia da consciência negra. A data é registrada em memória a Zumbi dos Palmares, líder do quilombo situado em Alagoas, que foi assassinado em 20 de novembro de 1695.

Os quilombos eram locais onde se reuniam os escravos que conseguiam fugir das fazendas. Nesses locais, estabeleciam comunidades que conseguiram preservar sua cultura até os dias de hoje.

Por isso, Zumbi dos Palmares é amplamente reconhecido como o símbolo da resistência dos escravos de origem africana, e também de todos os negros, razão pela qual o dia da sua morte ficou registrado como o Dia Nacional da Consciência Negra, reconhecido pela Lei Federal 12.519/2011, que, entretanto, não reservou esse dia como feriado. Zumbi também é considerado um herói nacional, homenageado no Livro dos Heróis da Pátria.

Embora a lei federal não designe esse dia como feriado, vários estados e municípios instituíram, por lei, o feriado do dia 20 de novembro, como uma expressão do respeito ao dia da consciência negra, ao lado do dia do trabalhador, da proclamação da república, e da independência do Brasil, datas que celebram a formação do Brasil enquanto nação.

Entretanto, para outros estados e municípios, instituir o dia da consciência negra é considerado um tema polêmico. A oposição contra o feriado geralmente parte de associações empresariais, comerciais e industriais.

A argumentação dessas entidades empresariais se dirige à ameaça de queda na produtividade e nos lucros. Criticam o excesso de feriados no Brasil.

O argumento do excesso de feriados, entretanto, não resiste à comparação com outros países, como, por exemplo, os Estados Unidos, a Alemanha e a França, que costumam ter mais feriados que o Brasil, e não são países de baixa produtividade.

A questão do impacto econômico do feriado também é um assunto duvidoso. Para alguns setores da economia, definitivamente pode haver algumas dificuldades, mas o impacto, provavelmente, não seria suficiente para justificar o veto ao feriado.

Isso porque outros fatores podem ter impactos muito mais relevantes para a economia do que os feriados, como os juros altos, o déficit na correção dos salários em relação à inflação, o aumento dos preços controlados de produtos essenciais (água, luz, combustível e transporte), a redução do poder de compra das aposentadorias e, até mesmo, o clima.

Além disso, ainda que os feriados signifiquem perdas para alguns setores

20 de novembro de 2014
por esmael
72 Comentários

Reacionária, Curitiba envergonha o país sem feriado da Consciência Negra

Mesael Caetano dos Santos, o

Mesael Caetano dos Santos, o “Advogado dos Pobres”, presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB Paraná, negro, nordestino e pobre, luta pelo reconhecimento do feriado de Zumbi dos Palmares em Curitiba.

Quando se fala que a capital paranaense é conservadora não é apenas retórica. à‰ fato. Vide o exemplo do feriado da Consciência Negra, nesta quinta-feira, 20 de novembro, defenestrado no ano passado pelo Tribunal de Justiça do Paraná e confirmado pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal. Leia mais

11 de novembro de 2013
por esmael
11 Comentários

Movimento promete ir à s ruas amanhã pelo feriado da Consciência Negra

Movimento Negro de Curitiba promete fazer barulho, nesta terça (12), em frente ao Tribunal de Justiça, a partir das 13 horas; entidades planejam passeata até as sedes do Sinduscom e ACP, que conseguiram suspender feriado da Consciência Negra, por meio de liminar, previsto para o próximo dia 20.

Movimento Negro de Curitiba promete fazer barulho, nesta terça (12), em frente ao Tribunal de Justiça, a partir das 13 horas; entidades planejam passeata até as sedes do Sinduscom e ACP, que conseguiram suspender feriado da Consciência Negra, por meio de liminar, previsto para o próximo dia 20.

Cerca de 20 entidades do movimento negro, reunidas no Comitê Zumbi dos Palmares, prometem protestar nesta terça (12), à s 13 horas, em frente ao Tribunal de Justiça do Paraná (Praça Nossa Senhora da Salete, no Centro Cívico), seguida de caminhada até a sede da Associação Comercial do Paraná (ACP) e do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado (Sinduscon-PR). Leia mais

7 de novembro de 2013
por esmael
20 Comentários

Bruxo faz macumba para garantir feriado da Consciência Negra em Curitiba

Chik Jeitoso, bruxo mais famoso do Hemisfério, fez macumba para garantir feriado da Consciência Negra em Curitiba; alvo de sua bruxaria foram diretores da ACP e desembargadores do TJPR; "Minha mandinga vai deixar esse pessoal broxa, nem Viagra vai resolver. Ou eles atendem ao pedido dos Orixás ou esqueçam a vida sexual...!, avisou o enigmático macumbeiro que nunca errou uma previsão política ou perdeu um despacho!; assista ao vídeo em que o bruxo ensina deixar broxa.

Chik Jeitoso, bruxo mais famoso do Hemisfério, fez macumba para garantir feriado da Consciência Negra em Curitiba; alvo de sua bruxaria foram diretores da ACP e desembargadores do TJPR; “Minha mandinga vai deixar esse pessoal broxa, nem Viagra vai resolver. Ou eles atendem ao pedido dos Orixás ou esqueçam a vida sexual…!, avisou o enigmático macumbeiro que nunca errou uma previsão política ou perdeu um despacho!; assista ao vídeo em que o bruxo ensina deixar broxa.

O bruxo e tarólogo Chik Jeitoso, o macumbeiro mais famoso do Hemisfério, fez ontem um protesto solitário em frente ao prédio da Associação Comercial do Paraná (ACP), entidade autora de ação contra o feriado municipal da Consciência Negra em Curitiba no dia 20 de novembro. Leia mais

7 de novembro de 2013
por esmael
33 Comentários

Coluna do Maurício Requião: “Liminar do TJPR proibindo feriado da Consciência Negra é absurdo medieval”

Maurício Requião, em sua coluna desta quinta, sai em defesa do feriado municipal da Consciência Negra e condena movimentos subterrâneos! racistas em Curitiba; advogado especializado em políticas públicas, ele considera decisão liminar do TJPR que suspendeu comemoração de Zumbi dos Palmares "um absurdo medieval"; "Podem me xingar, me chamar de comunista, mas, além do feriado em 20 de novembro, eu também quero a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais", diz o colunista; leia o texto.

Maurício Requião, em sua coluna desta quinta, sai em defesa do feriado municipal da Consciência Negra e condena movimentos subterrâneos! racistas em Curitiba; advogado especializado em políticas públicas, ele considera decisão liminar do TJPR que suspendeu comemoração de Zumbi dos Palmares “um absurdo medieval”; “Podem me xingar, me chamar de comunista, mas, além do feriado em 20 de novembro, eu também quero a redução da jornada de trabalho para 40 horas semanais”, diz o colunista; leia o texto.

por Maurício Requião*

Entre os leitores deste blog, a maioria deve trabalhar em torno de 40 horas semanais: de segunda a sexta-feira, oito horas por dia. Leia mais

6 de novembro de 2013
por esmael
11 Comentários

Manifesto nas redes sociais prega boicote ao comércio de Curitiba no Dia da Consciência Negra

Pelo Facebook, um grupo lançou nesta quarta (6) um manifesto pregando o boicote ao comércio de Curitiba em retaliação à  ação da Associação Comercial do Paraná (ACP), que conseguiu uma liminar no Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) suspendendo o feriado municipal da Consciência Negra previsto para o próximo dia 20 de novembro.

“Dia 20 de novembro, não compre em Curitiba. Eles [comerciantes] só estão de olho no seu dinheirinho!”, diz o banner do grupo, que já contava com 419 adesões no início desta tarde (clique aqui).

A seguir, leia a íntegra do manifesto:

“A Associação Comercial do Paraná, o SINDUSCON/PR e o TJPR, que vivem numa Curitiba ariana, uma Curitiba por onde jamais os negros passaram para fazer parte da história e os que estão por aqui vivem na mais absoluta invisibilidade, nesta Curitiba muito branca, quase cor-de-rosa e feita de algodão doce onde a ordem é comprar, comprar, comprar num mercantilismo que está acima de qualquer outra luta que não diga respeito ao bolso ‘deles’. Nós, da Curitiba linda, colorida por todas as cores, inclusive a negra, nós, da Curitiba que queremos e amamos estamos lançando a campanha: no dia 20 de novembro, não compre uma agulha sequer e pare pra pensar que a gente deve dar valor primeiro à s primeiras coisas.”

4 de novembro de 2013
por esmael
87 Comentários

Tribunal de Justiça ‘branco’ proíbe feriado do Dia da Consciência Negra em Curitiba

Presidente da ACP, Edson José Ramon, adepto do capitalismo burro, aquele que exclui a sociedade do consumo, se explicou a líderes negros, mas não recuou da decisão de barrar na Justiça o feriado de homenagem a Zumbi dos Palmares; à“rgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná, formado por 25 julgadores, maioria branca, concedeu liminar nesta segunda (4) à  entidade comercial. Foto: ACP/Divulgação.

Presidente da ACP, Edson José Ramon, adepto do capitalismo burro, aquele que exclui a sociedade do consumo, se explicou a líderes negros, mas não recuou da decisão de barrar na Justiça o feriado de homenagem a Zumbi dos Palmares; à“rgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná, formado por 25 julgadores, maioria branca, concedeu liminar nesta segunda (4) à  entidade comercial. Foto: ACP/Divulgação.

O à“rgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), composto por 25 julgadores, a maioria de juízes brancos, proibiu liminarmente nesta segunda (4) a existência do feriado do Dia da Consciência Negra em Curitiba. Leia mais