16 de maio de 2015
por Esmael Morais
44 Comentários

Gazeta do Povo denuncia: Executivo, legislativo e o judiciário se mancomunaram para confiscar previdência dos servidores

richa_prevO jornalista Celso Nascimento, colunista do jornal Gazeta do Povo, na edição deste domingo (17), faz dura denúncia contra os três poderes do Paraná. Segundo o escriba, executivo, legislativo e o judiciário se mancomunaram para saquear a poupança previdenciária de R$ 8,5 bilhões que pertence aos servidores do estado. O primeiro saque teria ocorrido na quarta-feira, dia 13, no valor de R$ 483 milhões.

De acordo com o colunista, o governador Beto Richa (PSDB) teria firmado um “acordo secreto” – não publicado no Diário Oficial ou nos sites oficiais – do qual foram cúmplices o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo Vasconcelos, o procurador-geral de Justiça (Ministério Público), Gilberto Giacoia, o presidente da Assembleia, Ademar Traiano (PSDB), e o presidente do Tribunal de Contas, Ivan Bonilha.

O butim teria sido dividido ainda quando caiam bombas nas cabeças de professores e servidores, no dia 29 de abril, e os deputados votavam em sessão secreta a descapitalização da Paranáprevidência. O tesouro estadual ficou com a maior parte, R$ 234 milhões, e o restante rateado com os poderes já declinados no parágrafo anterior.

Nascimento afirma que o “mingau” não tinha esfriado e os zumbidos das bombas ainda causavam insônia, os servidores já tinha perdido seu dinheiro da aposentadoria e pensões que foram para o pagamento de fornecedores caloteados por Richa. O dinheiro também migrou para as burras dos demais órgãos que teriam o papel de zelar pelo cidadão e pela coisa pública.

O colunista da Gazeta do Povo coloca todos os gatos no mesmo balaio ao abrir suspeição na transação secreta. “A pergunta é: quando e quem poderá fazer o rastreamento das destinações?”, questiona para então ele mesmo responder de maneira fulminante: “Mistério”. Leia mais

17 de fevereiro de 2014
por Esmael Morais
7 Comentários

TCE: Tribunal de Justiça retoma hoje julgamento de Fábio Camargo

Nesta segunda-feira (17), Tribunal de Justiça retoma julgamento de Fábio Camargo cujo placar é de 7 votos contra e 1 a favor a sua permanência no TCE; resultado na corte poderá desencadear nova votação na Assembleia Legislativa para a escolha do novo conselheiro; petista Tarso Cabral Violin, advogado e professor universitário, já entrou no aquecimento para um eventual segundo turno contra o deputado Plauto Miró; Tarso teria apoio velado do grupo RPC/Gazeta do Povo e partiria na disputa com 7 votos da bancada do PT.

Nesta segunda-feira (17), Tribunal de Justiça retoma julgamento de Fábio Camargo cujo placar é de 7 votos contra e 1 a favor a sua permanência no TCE; resultado na corte poderá desencadear nova votação na Assembleia Legislativa para a escolha do novo conselheiro; petista Tarso Cabral Violin, advogado e professor universitário, já entrou no aquecimento para um eventual segundo turno contra o deputado Plauto Miró; Tarso teria apoio velado do grupo RPC/Gazeta do Povo e partiria na disputa com 7 votos da bancada do PT.

O à“rgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), composto por 25 desembargadores, retoma nesta segunda-feira (17) o agravo regimental do conselheiro afastado do Tribunal de Contas (TCE) Fabio Camargo. ... 

Leia mais