6 de abril de 2016
por Esmael Morais
21 Comentários

Em Curitiba, vereadores “petistas” dão título de cidadão horário a Sérgio Moro

A militância petista de Curitiba, a Capital Nacional do Grampo, prefere ficar numa sala a sós com a “possuída” Janaina Paschoal a encontrar-se com os vereadores recém-saídos da sigla Jonny Stica e Pedro Paulo.

Os dois parlamentares curitibanos pularam a janela no final do mês passado rumo ao PDT do prefeito Gustavo Fruet. Eles deixaram o PT na janela da infidelidade.

Pois bem, Pedro Paulo e Stica votaram esta semana favoravelmente à concessão de título de Cidadão Honorário ao juiz federal Sérgio Moro — algoz do partido e partidário do golpe contra a presidente Dilma Rousseff.

A vereadora Professora Josete, única que restou ao PT na Câmara Municipal de Curitiba, também foi a única a votar contra a honraria ao magistrado. A votação terminou com 27 votos a favor, 1 contra.

Se os vereadores curitibanos “babaram o ovo de Moro”, o mesmo não ocorreu na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Lá, os deputados estaduais rejeitaram o mimo ao chefe da Lava Jato. A proposta nem passou pela Comissão de Segurança da Casa.

Em tempo: não são apenas os dois vereadores — Pedro Paulo e Stica — que entraram na “lista dos traíras” dos petistas; Fruet também ingressou no index ao ponto de o partido dizer que, num eventual segundo turno entre o prefeito e o ‘pato amarelo da Fiep’, eles preferem apoiar o ‘pato amarelo da Fiep’.

Leia mais