Bolsonaro compara execuções sumárias na ditadura a ‘tapa no bumbum de filho’

O deputado Jair Bolsonaro (PSL), pré-candidato a presidente da República, comparou a um tapa no bumbum do filho as execuções sumárias autorizadas pela ditadura militar na época de Ernesto Geisel. “Quem nunca deu um tapa no bumbum do filho e depois se arrependeu? Acontece”, afirmou…

Compartilhe agora
Leia mais Bolsonaro compara execuções sumárias na ditadura a ‘tapa no bumbum de filho’