26 de outubro de 2015
por admin
1 Comentário

Greve nos bancos pode terminar hoje

Após três semanas de forte paralisação, os bancários podem decidir hoje pelo fim da greve nos bancos.

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentou ao Comando Nacional da Greve a proposta de 10% de reajuste nos salários, participação nos lucros e piso; e 14% de reajuste para os vales refeição e alimentação. Além disso, os bancos vão abonar 63% das horas da greve dos trabalhadores de 6 horas diárias, e 72% dos trabalhadores de 8 horas.

Essa proposta apresentada no sábado (24) está sendo considerada positiva pelo comando nacional que está orientando pela aprovação e retorno ao trabalho. Sindicatos de todo o país devem realizar assembleias nesta segunda-feira para decidir se aceitam a proposta da Fenaban e encerram a paralisação.

Para o presidente do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região, Elias Jordão, o movimento está forte, mas essa proposta da Fenaban, mesmo não sendo o ideal, representa o limite da negociação.

“Nós defenderemos a aprovação dessa proposta em assembleia como uma vitória da categoria. A negociação foi difícil e alcançamos ganhos reais, melhorando bastante a proposta original dos bancos” completou.

Para presidente da Contraf-CUT, Roberto Von der Osten, “os banqueiros tentaram impor uma derrota a categoria, inicialmente com um reajuste abaixo da inflação. A greve reverteu essa tentativa. Depois, a Fenaban queria, para punir os grevistas, o pagamento ou a compensação total das horas. Mais uma derrota para os bancos. Foi uma surpreendente vitória da unidade e da determinação da nossa categoria”, comemorou.

A assembleia de Curitiba será às 18 horas no Espaço Cultural e Esportivo dos Bancários, Rua Piquiri, 380 – Rebouças.

As informações são da Contraf-CUT e do Sindicato dos Bancários de Curitiba.  

Leia mais

19 de outubro de 2015
por admin
8 Comentários

Bancários entram na 3ª semana de greve sem perspectiva de negociação

bancariosA greve dos bancários de todo o país está entrando na terceira semana, mantendo viés de alta na paralisação. Em Curitiba e Região Metropolitana, a paralisação já atinge 75% da rede bancária, com o avanço da greve pelos bairros mais distantes. Segundo o Sindicato dos Bancários, cerca de 13,8 mil bancários de 301 agências e 11 centros administrativos estão parados.

Os trabalhadores bancários da capital realizaram na sexta-feira (16) uma assembleia para discutir os rumos e a organização do movimento. A possibilidade do fim da greve sequer foi discutida visto que os bancos ainda não sinalizaram com nenhuma negociação. Leia mais

14 de outubro de 2015
por admin
1 Comentário

Greve dos bancários cresce mas persiste o silêncio dos banqueiros

bancos

A greve dos trabalhadoros bancários iniciada no último dia 6 de outubro entrou com força na segunda semana nos 26 estados e no Distrito Federal. Quase 12 mil do total de 18 mil agências bancárias do país estão paralisadas.

Em Curitiba e Região Metropolitana estão paradas 255 agências bancárias e 11 centros administrativos. A estimativa de adesão é de quase 13 mil bancários, chegando a 70% da categoria em greve.

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região, Elias Jordão, apesar da força do movimento, a Febrabam ainda não sinalizou com nenhuma possibilidade de negociação, o que demonstra o descaso com os trabalhadores e com a população, apesar dos lucros absurdos dos bancos. Leia mais