17 de novembro de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Deputada afirma que masturbação é assunto inapropriado para adolescentes

Deputada afirma que masturbação é assunto inapropriado para adolescentes

A deputada federal pelo Estado de Alagoas, Rosinha da Adefal (Avante), apresentou na Câmara dos Deputados um projeto de lei chamado “Infância sem pornografia” que impede professores, agentes de saúde e outros servidores públicos de falar sobre masturbação, poligamia, sexo anal, entre outros assuntos. ... 

Leia mais

7 de maio de 2018
por Esmael Morais
Comentários desativados em Requião Filho: “Policial não existe para bater em professor”

Requião Filho: “Policial não existe para bater em professor”

O deputado Requião Filho (MDB-PR) afirma que a área da segurança pública virou refém da propaganda no extinto governo Beto Richa (PSDB). Ele critica o fato de o tucano ter usado a repressão policial contra professores no famigerado 29 de abril de 2015. ... 

Leia mais

6 de novembro de 2017
por Esmael Morais
9 Comentários

Romanelli: “Ninguém é obrigado a ser político ou servidor público, mas se for, não reclame!”

Para o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), o caso da ministra Luislinda Valois tem sido a regra de setores especialmente do Judiciário, mas também do Legislativo e Executivo de manter e ampliar privilégios. “Ninguém é obrigado a ser político ou servidor público, mas se for, não reclame!”, escreve. Leia mais

7 de agosto de 2017
por Esmael Morais
6 Comentários

O servidor público como ‘bode expiatório’ do neoliberalismo

Quase não há um santo prefeito, governador ou o próprio ilegítimo Michel Temer que não ‘sente a pua’, todo instante, nos servidores públicos das três esferas na administração. Leia mais

24 de junho de 2016
por Esmael Morais
24 Comentários

Beto Richa também tem sua “Consist” no Paraná, denuncia Requião Filho

beto_richa_abi_requiaofilhoChama-se ZetroSoft a empresa que faz a administração de empréstimos consignados entre governo, bancos e servidores públicos do Paraná. Para isso, o funcionário público da ativa ou aposentado paga R$ 2 pela operação.

O deputado Requião Filho (PMDB), líder da oposição na Assembleia Legislativa, se interessou pela história. Na segunda-feira (27), ele promete cobrar informações do esquema ao governador Beto Richa (PSDB).

Paulo Bernardo preso por causa de 1,25 da CONSIST. Quando Richa irá explicar os mais de 2 da ZETRA SOFT? Vou pedir info do consignado PR”, tuitou o parlamentar nesta sexta. Leia mais