28 de setembro de 2016
por Esmael Morais
52 Comentários

2,5 milhões de metalúrgicos cruzam os braços contra Temer nesta quinta

butka_metalurgicosEstima-se que 2,5 milhões de metalúrgicos cruzarão os braços nesta quinta (29), em todo o país, na paralisação nacional contra o corte de direitos e para exigir do governo ações efetivas para o reaquecimento da economia. Leia mais

25 de agosto de 2016
por Esmael Morais
13 Comentários

Metalúrgicos para Temer: “Não vamos pagar a conta de quem entrou pela porta dos fundos”

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, Sérgio Butka, após reunião nas montadoras Renault, Volkswagen e Volvo, anunciou nesta quinta (25) o veredicto dos trabalhadores sobre o golpista Michel Temer (PMDB): Leia mais

19 de maio de 2016
por Esmael Morais
18 Comentários

Temer determina fusão das centrais UGT e Força para acabar com a CUT

rossi_butkaO presidente interino do golpe, Michel Temer (PMDB), determinou às centrais Força Sindical e União Geral dos Trabalhadores, a UGT, que elas se fundam para ultrapassar em representatividade a Central Única dos Trabalhadores (CUT).

O objetivo dos golpistas é acabar com a CUT no médio prazo sufocando-a na base.
Hoje, com base em dados de 2015, UGT e Força, juntas, teriam 27% dos sindicatos e arrecadação 50% maior que a CUT.

A possibilidade de fusão também agita os bastidores sindicais no Paraná. Nos próximos dias, o presidente estadual da Força, Sérgio Butka, e da UGT, Paulo Rossi, deverão ser reunião para fazer contagem das “garrafas”, ou seja, fazer um balanço do tamanho que terão no estado. Leia mais

17 de setembro de 2014
por Esmael Morais
15 Comentários

De olho na Secretaria do Trabalho, UGT arma palanque para Richa

Paulo Rossi, da União Geral dos Trabalhadores, realizou ontem encontro com mil pessoas para declarar voto à  reeleição de Beto Richa; sindicalista está de olho na Secretaria do Trabalho, caso haja sucesso na empreitada; curioso mesmo é que o Palácio Iguaçu anunciou "captura" até Maria Donizete Teixeira Alves, sogra do presidente da Força Sindical, Sérgio Butka, que está no barco de Requião; até agora Butka não confirmou se irá "resgatar" a sogra das hostes tucanas.

Paulo Rossi, da União Geral dos Trabalhadores, realizou ontem encontro com mil pessoas para declarar voto à  reeleição de Beto Richa; sindicalista está de olho na Secretaria do Trabalho, caso haja sucesso na empreitada; curioso mesmo é que o Palácio Iguaçu anunciou “captura” até Maria Donizete Teixeira Alves, sogra do presidente da Força Sindical, Sérgio Butka, que está no barco de Requião; até agora Butka não confirmou se irá “resgatar” a sogra das hostes tucanas.

“Com Beto Richa, a decência vai vencer a demência”. Esta era a palavra de ordem da União Geral dos Trabalhadores (UGT), seção Paraná, única central do estado em evento que declarou ontem (16) apoio à  reeleição do governador do PSDB. ... 

Leia mais

1 de agosto de 2014
por Esmael Morais
21 Comentários

Convidado, Requião estuda comparecer na inauguração do comitê eleitoral de Romanelli

Aos poucos, Requião vai reagrupando toda a bancada estadual do PMDB em torno de sua candidatura ao Palácio Iguaçu; sindicalistas "pressionam" Romanelli para reconverter-se à  devoção pela "Carta de Puebla"; deputados Nereu Moura e Ademir Bier já o fizeram; amanhã, em Francisco Beltrão, será a vez de Caito Quintana cerrar fileiras contra "Mamom"; Requião, coração mole!, deverá comparecer à  inauguração do comitê eleitoral de Romanelli em Curitiba.

Aos poucos, Requião vai reagrupando toda a bancada estadual do PMDB em torno de sua candidatura ao Palácio Iguaçu; sindicalistas “pressionam” Romanelli para reconverter-se à  devoção pela “Carta de Puebla”; deputados Nereu Moura e Ademir Bier já o fizeram; amanhã, em Francisco Beltrão, será a vez de Caito Quintana cerrar fileiras contra “Mamom”; Requião, coração mole!, deverá comparecer à  inauguração do comitê eleitoral de Romanelli em Curitiba.

Um dos braços trabalhistas do senador Roberto Requião (PMDB) na campanha pela volta ao governo do Paraná, a Força Sindical, quer reaproximá-lo do deputado Luiz Cláudio Romanelli (PMDB). ... 

Leia mais

22 de junho de 2014
por Esmael Morais
29 Comentários

Solidariedade pode abandonar coligação de Richa; ala sindical quer Butka na vice de Requião

Francischini, o Batman, pode ser atropelado pela ala trabalhista do Solidariedade na convenção do próximo dia 30; sindicalistas liderados pelo presidente da Força, Nelsão, querem fazer o metalúrgico Sérgio Butka vice na chapa de Requião; na convenção peemedebista, dirigentes da central faziam parte da brigada do senador; Solidariedade está hoje na aba do tucano Beto Richa e tem 1'30" de tempo de rádio e televisão, que pode migrar para a propaganda do arquirrival do PMDB.

Francischini, o Batman, pode ser atropelado pela ala trabalhista do Solidariedade na convenção do próximo dia 30; sindicalistas liderados pelo presidente da Força, Nelsão, querem fazer o metalúrgico Sérgio Butka vice na chapa de Requião; na convenção peemedebista, dirigentes da central faziam parte da brigada do senador; Solidariedade está hoje na aba do tucano Beto Richa e tem 1’30” de tempo de rádio e televisão, que pode migrar para a propaganda do arquirrival do PMDB.

O deputado federal Fernando Francischini, o Batman, está tendo dificuldades para segurar o Solidariedade no campo político do governador Beto Richa (PSDB). O partido decidirá com quem se coligará para as eleições de outubro no próximo dia 30. ... 

Leia mais

10 de março de 2014
por Esmael Morais
16 Comentários

UGT x Força: Richa e Requião travam queda de braço no movimento sindical

Pré-candidatos ao governo do Paraná se engalfinham pelo apoio de centrais sindicais; na semana passada, Manassés Oliveira, presidente do poderoso Siemaco, trocou a Força pela UGT para facilitar torcida pela reeleição de Richa; Força Sindical, de Sérgio Butka e Nelsão, mesmo sendo ligada ao Solidariedade, quer levar Requião ao quarto mandato no Palácio Iguaçu; Gleisi parte com o apoio da NCST e CUT; o PCdoB ainda não sabe para onde leva a CTB nas eleições de outubro.

Pré-candidatos ao governo do Paraná se engalfinham pelo apoio de centrais sindicais; na semana passada, Manassés Oliveira, presidente do poderoso Siemaco, trocou a Força pela UGT para facilitar torcida pela reeleição de Richa; Força Sindical, de Sérgio Butka e Nelsão, mesmo sendo ligada ao Solidariedade, quer levar Requião ao quarto mandato no Palácio Iguaçu; Gleisi parte com o apoio da NCST e CUT; o PCdoB ainda não sabe para onde leva a CTB nas eleições de outubro.

Há uma cruenta guerra gestada no meio sindical paranaense tendo em vista as eleições de outubro. Na semana que passada, o ex-vereador curitibano Manassés Oliveira — ex-PRTB e agora no PTB — tirou o Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação de Curitiba e Região Metropolitana (Siemaco) da Força Sindical para levá-lo debaixo do guarda-chuva da UGT (União Geral dos Trabalhadores). Manassés é candidato a deputado federal e torce pelo sucesso do governador Beto Richa (PSDB) na reeleição. ... 

Leia mais

7 de dezembro de 2013
por Esmael Morais
15 Comentários

Solidariedade, de Francischini, pode apoiar Requião ao governo do Paraná

Solidariedade, o novo partido de Francischini, busca aproximação com o senador Roberto Requião; agremiação do ex-tucano tem forte influência de sindicalistas, dentre eles Sérgio Butka, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, e Nelsão, presidente da Força Sindical, ambos com militância no requianismo; Francischini admitiu conversas com o senador tendo em vista uma coligação entre PMDB, Solidariedade, PCdoB e PV. "Vamos iniciar uma conversa com o Requião sobre essa possibilidade", confirmou ao blog.

Solidariedade, o novo partido de Francischini, busca aproximação com o senador Roberto Requião; agremiação do ex-tucano tem forte influência de sindicalistas, dentre eles Sérgio Butka, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, e Nelsão, presidente da Força Sindical, ambos com militância no requianismo; Francischini admitiu conversas com o senador tendo em vista uma coligação entre PMDB, Solidariedade, PCdoB e PV. “Vamos iniciar uma conversa com o Requião sobre essa possibilidade”, confirmou ao blog.

Nos próximos dias, o Solidariedade, novo partido político capitaneado no Paraná pelo deputado federal Fernando Francischini (ex-PSDB) vai ao encontro do senador Roberto Requião (PMDB). A agremiação do delegado quer sondar o peemedebista sobre a possibilidade de coligação tendo em vista as eleições de 2014. ... 

Leia mais

29 de setembro de 2013
por Esmael Morais
13 Comentários

Veja essa: Batman (Francischini) deixa o mundo do crime para ser sindicalista

Deputado Francischini, conhecido como Batman, pelo mandato que fez focado no mundo do crime, agora busca uma nova roupagem; chefe do Solidariedade no Paraná, o ex-tucano filiou na nova sigla pesos-pesados do sindicalismo, neste domingo, como o presidente da Força Sindical, o Nelsão, e Sérgio Butka, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos; também ingressou no partido Ariosvaldo Rocha (Ari), presidente do Sindicato dos Comerciários de Curitiba.

Deputado Francischini, conhecido como Batman, pelo mandato que fez focado no mundo do crime, agora busca uma nova roupagem; chefe do Solidariedade no Paraná, o ex-tucano filiou na nova sigla pesos-pesados do sindicalismo, neste domingo, como o presidente da Força Sindical, o Nelsão, e Sérgio Butka, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos; também ingressou no partido Ariosvaldo Rocha (Ari), presidente do Sindicato dos Comerciários de Curitiba.

O presidente estadual do Solidariedade, Fernando Francischini, informa que as principais lideranças sindicais que compõem a diretoria da Força Sindical no Paraná e na Grande Curitiba ingressaram neste domingo (29) no novo partido. ... 

Leia mais