Veja essa: Fotógrafo que ficou cego por tiro em protesto “é culpado”, diz justiça

O fotógrafo Sérgio Andrade da Silva, que ficou cego devido um disparo de bala de borracha pela PM de Geraldo Alckmin (PSDB), enquanto cobria as manifestações de junho/julho de 2013, foi considerado “culpado” pela Justiça de São Paulo.

Compartilhe agora
Leia mais Veja essa: Fotógrafo que ficou cego por tiro em protesto “é culpado”, diz justiça