No 1º Natal sob Bolsonaro, não vai ter carne porque os preços dispararam

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, a FIPE, aponta que faltará carne no Natal dos brasileiros porque os preços estão proibitivos. O tradicional pernil suíno, por exemplo, subiu 50,39%, de acordo com o Índice de Preço ao Consumidor (IPC). Veja quanto aumentou os preços das…

Compartilhe agora
Leia mais No 1º Natal sob Bolsonaro, não vai ter carne porque os preços dispararam