30 de setembro de 2015
por esmael
11 Comentários

‘Pacotes de maldades’ de Richa custaram R$ 18 para cada paranaense; governo economizou apenas R$ 1

O secretário da Fazenda importado, Mauro Ricardo Costa, participará de uma audiência pública nesta quarta-feira (30), às 14h30, na Assembleia Legislativa do Paraná.

O interventor do PSDB nacional nas finanças do estado terá a oportunidade de explicar aos deputados, caso queiram perguntar, por que o governo Richa só economizou um R$ 1 e os paranaenses estão pagando R$ 18 pelo ‘pacote de maldades’. Essa conta foi realizada pelo repórter Euclides Lucas Garcia, do jornal Gazeta do Povo.

Segundo dados da Fazenda, a receita total do governo nos 8 primeiros meses foi de R$ 25,3 bilhões e o tesouro tem um superávit de R$ 1,4 bilhão.

Esse dinheiro em caixa é fruto do massacre dos professores no último dia 29 de abril, durante a votação do confisco da poupança previdenciária. O governo Beto Richa (PSDB) já surrupiou R$ 2 bilhões das aposentadorias dos servidores públicas. Ou seja, a grana que sobra está suja com o sangue derramado no Centro Cívico e com o suor dos trabalhadores que pagam a conta do aumento dos tributos.

Pelo slide de apresentação do secretário (disponível abaixo), as receitas tributárias cresceram entre janeiro e agosto 18,06% em comparação ao mesmo período do ano passado em virtude do aumento de 12% para 18% da alíquota do ICMS sobre 95 mil itens de consumo popular e a elevação de 40% na alíquota do IPVA.

O valor arrecadado este ano por meio de tributos chegou a R$ 17,4 bilhões. Era de e R$ 14,8 bilhões em 2014, entre janeiro e agosto.

Veja os números da arrecadação do governo tucano, após o massacre e de dois dos 3 ‘pacotes de maldades’ aprovados pela Assembleia Legislativa:

https://www.esmaelmorais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/audiencia_publica.pdf