30 de setembro de 2013
por esmael
15 Comentários

Vem aí o Iguatemi, um novo shopping para Fruet chamar de “seu”

Gustavo Fruet deu sinal verde para a construção de um novo shopping em Curitiba, o Iguatemi Champagnat, que será construído na antiga Universidade Tuiuti, no bairro Bigorrilho; empreendimento do grupo cearense Van, com franquias espalhadas em quase todas as capitais do país, prevê 250 mil metros quadrados e investimentos de R$ 450 milhões; o prefeito não foi à  recente inauguração do Pátio Batel, de 137 mil metros quadrados e investimentos de R$ 280 milhões, identificado com o governador Beto Richa; agora, o pedetista terá um shopping para chamar de seu!.

Gustavo Fruet deu sinal verde para a construção de um novo shopping em Curitiba, o Iguatemi Champagnat, que será construído na antiga Universidade Tuiuti, no bairro Bigorrilho; empreendimento do grupo cearense Van, com franquias espalhadas em quase todas as capitais do país, prevê 250 mil metros quadrados e investimentos de R$ 450 milhões; o prefeito não foi à  recente inauguração do Pátio Batel, de 137 mil metros quadrados e investimentos de R$ 280 milhões, identificado com o governador Beto Richa; agora, o pedetista terá um shopping para chamar de seu!.

Foi batido o martelo na semana passada para a construção de mais um novo shopping em Curitiba, o Iguatemi, que será construído na Rua Padre Marcelino Champagnat, no bairro Bigorrilho, no antigo prédio da Universidade Tuiuti, ao lado do Colégio Positivo Júnior. Leia mais

10 de setembro de 2013
por esmael
89 Comentários

Shopping Pátio Batel faz festa privada com dinheiro público em Curitiba

Uma festa para poucos convidados com direito à  “Macarena” movimentou ontem à  noite o luxuoso bairro Batel, em Curitiba, durante a inauguração do Shopping Pátio Batel, na badalada Avenida Batel. No evento, estiveram o governador Beto Richa e o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Valdir Rossoni, ambos do PSDB. Também compareceu ao festerê o ex-governador Jaime Lerner (DEM). O prefeito Gustavo Fruet (PDT) não deu o ar da graça, mas mandou representante.

Nada demais um empreendimento privado realizar festa privada, se não fosse um detalhe importantíssimo: parte do dinheiro usado para a obra — a bagatela de R$ 100 milhões — saiu dos cofres do BNDES, portanto, verba pública. O andar de baixo pagou a festa de arromba para os grã-finos curitibanos. A brincadeira VIP custou R$ 1,5 milhão, segundo uma fonte deste blog, com direito a show da cantora Marisa Monte.

Quem ficou chateado com a predominância dos tucanos e da burguesia falida na festa realizada com dinheiro público foi o deputado federal André Vargas, vice-presidente da Câmara: “Não convidaram ninguém do PT”, lamentou pelas redes sociais.

Orelha seca do blog, presente ao evento, fez a seguinte observação: se os convidados fossem submetidos à  checagem do Seproc a festa ficaria esvaziada!. Pode ser exagero, mas deve ter um fundo de verdade porque se fosse o contrário a burguesia falida teria desembolsado pelo convite.

Hoje, a partir do meio dia, sem show de Marisa Monte, as portas se abrirão para o andar de baixo que pagou a conta de ontem à  noite.

Relembre Los del Rio – Macarena (assista ao vídeo):

Leia também:
Especialista em trânsito vê inteligência pura! no entorno do shopping Pátio Batel