Blog do Esmael

A política como ela é em tempo real.

8 de julho de 2015
por esmael
14 Comentários

Professores planejam “festa” de 50 anos para Richa no dia 29 de julho

richa_festa_profsO governador Beto Richa (PSDB) completará no próximo dia 29 de julho 50 anos de idade. A data também é simbólica para educadores paranaenses, pois nesse dia serão lembrados os três meses do massacre ocorrido em 29 de abril no Centro Cívico. Leia mais

8 de julho de 2015
por esmael
19 Comentários

APP-Sindicato: ‘Beto Richa acredita nas próprias mentiras que conta sobre salário dos educadores’

A APP-Sindicato reagiu aos novos ataques do governador Beto Richa (PSDB) à entidade e aos professores da rede pública estadual de ensino. Richa acusou ontem, em evento com prefeitos do interior, que a greve dos professores teria acabado quando o governo divulgou os supersalários da categoria. O tucano também culpou os profissionais do magistério e o sindicato pela queda na qualidade na educação do estado.

Em resposta, o Sindicato publicou uma nota (leia abaixo) em seu site desafiando o governador a debater em audiência pública os salários dos professores, comparando-os com os vencimentos dos demais servidores e os supersalários no primeiro escalão. Segundo a APP, os trabalhadores da educação representam 62% do total de servidores do estado. Mas, a folha de pagamento da educação representa somente 38% do total.

A nota também faz referência às mentiras veiculadas pelo governo do estado atribuindo supersalários aos professores do estado, lembrando que por decisão judicial uma matéria que comparava os salários de professores com o de prefeitos foi retirada do ar, e o governo tem prazo para desmentir as demais distorções.

Segundo o presidente da APP, professor Hermes Leão, “a insistência da criminalização dos salários do Beto Richa não é novidade em governo que não tem compromisso com a população. É o esforço de sempre buscar em terceiros a responsabilidade principal que é exatamente dos governantes. Se temos dificuldades em educação, saúde e segurança pública, a responsabilidade é do governante, já que é ausente em planejamentos e investimentos”, destaca.

Leia a seguir a íntegra da nota da APP-Sindicato:

Beto Richa volta a atacar educadores(as) e sindicato

Sindicato desafia governador a debater salários em audiência pública

Um governo que deveria fazer uma luta pela valorização da educação e de todos os educadores e educadoras do Estado, tem feito justamente o contrário no Paraná. Ataques e mais ataques aos(as) servidores(as) e à APP-Sindicato tem sido a postura frequente do governador Beto Richa que, não por acaso, vem apresentando quedas consecutivas de apoio e popularidade dos(as) paranaenses e está sendo processado pelo Ministério Público pelo Massacre do dia 29 de abril.

Em um encontro com prefeitos(as) do interior do Estado, Richa fez acusões à APP-Sindicato e desqualificou a luta histórica da entidade pela qualidade da educação paranaense. O governador criminalizou mais uma vez os salários de educadores(as) mesmo depois que a justiça determinou a retificação das informações publicadas no Portal de Transparência do Estado, mantido por verba pública, e a retirada de mentiras divulgadas na Agência Estadual de Notíci

6 de julho de 2015
por esmael
11 Comentários

Justiça obriga Beto Richa desmentir “supersalários” de professores

salariosO juiz Guilherme de Paula Rezende, da 4ª Vara da Fazenda Pública da Região Metropolitana de Curitiba, determinou prazo de 90 dias para que o governo do Estado divulgue corretamente, de maneira detalhada, os salários dos professores e demais servidores do estado.

A decisão está na mesma liminar em que obrigou que fosse retirada do ar da matéria veiculada pela Agência Estadual de Notícias que comparava os salários de professores do estado ao de prefeitos do interior, cuja decisão foi divulgada em primeira mão pelo Blog do Esmael.

Tentando passar a impressão de que os professores da rede estadual de ensino ganham muito bem e não precisariam de reajuste, o governador Beto Richa (PSDB) divulgou os vencimentos brutos de alguns professores que somavam, além do salário do mês, o recebimento acumulado de benefícios atrasados, como férias ou terço de férias, licença prêmio, gratificações retroativas, entre outros.

O governo terá prazo de 90 dias para começar a divulgar os salários dos servidores, incluindo os professores, de maneira detalhada, discriminando os valores referentes ao salário base, gratificações e eventuais benefícios extraordinários, afastando a possibilidade de distorção na divulgação dos proventos dos servidores. O descumprimento da decisão resultará em multa diária de R$ 10 mil ao Estado.

Veja a seguir a íntegra da liminar conquistada em ação da APP-Sindicato:

25 de junho de 2015
por esmael
17 Comentários

Salários dos professores do Paraná estão abaixo da média nacional

salariosO Portal G1 fez um comparativo nacional dos salários dos professores das redes públicas de ensino dos 26 estados e do Distrito Federal e a conclusão desmente o governador Beto Richa (PSDB) que afirma que os professores do Paraná ganham altos salários, acima da média nacional. “Até mais que muitos prefeitos!”, jura o tucano, que utilizou inclusive o Portal da Transparência para massacrar o magistério. Leia mais