13 de dezembro de 2013
por esmael
9 Comentários

Até tu, Tucanelli?

Conta a jornalista Roseli Abraão, em seu blog, que o secretário Estado do Trabalho, Luiz Cláudio Romanelli, deputado do PMDB licenciado, anda costeando o alambrado da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, candidata do PT ao governo do Paraná.

Romanelli, também conhecido como Tucanelli por razões óbvias que dispensam explicações, deu uma explicação meio esquisita para justificar o encontro com a petista e punhalada no governador Beto Richa (PSDB): “apresentar proposta do Fórum Nacional das Secretarias do Trabalho”.

Tucanelli pode ter visitado Gleisi em missão do Palácio Iguaçu, haja vista que Richa teme uma possível candidatura do senador Roberto Requião (PMDB). Um terceiro nome na disputa deixaria a corrida eleitoral incerta em 2014.

Também não se pode descartar a hipótese de que o secretário tenha sondado pular a cerca ou ainda errado de porta, haja vista que quem trata de assuntos relativos ao mundo do trabalho é o Ministério do Trabalho.

A derrota do prefeito Luciano Ducci (PSB), candidato à  reeleição em Curitiba, em 2012, com apoio do governador tucano, pode ter sido pedagógica.

Sem minha candidatura, Beto Richa ganha no 1!º turno!, vaticinou Requião em conversa com o deputado André Vargas, porta-voz de Gleisi.

A seguir, leia o texto da jornalista Roseli Abraão:

Romanelli visita Gleisi

O secretario do Trabalho, Luiz Claudio Romanelli, um dos peemedebistas que defende que o PMDB suba no palanque do governador Beto Richa, se encontrou, ontem, em Brasília, com a ministra Gleisi Hoffmann.

Romanelli apresentou à  ministra a proposta do FONSET – Fórum Nacional das Secretarias do Trabalho.

Não se sabe se conversaram sobre as eleições do ano que vem.

Ontem, também, a ministra Gleisi Hoffmann se encontrou com deputados federais peemedebistas, quando disse que não é da !“natureza!” do PMDB, parceiro histórico do PT, se aliar com o PSDB.