19 de Fevereiro de 2014
por esmael
44 Comentários

Richa corta R$ 78 milhões de escola, mas pega emprestado R$ 65 milhões para estádio da Copa

por Rodrigo Mattos, no portal UOL

Governo Beto Richa tomou emprestados R$ 65 milhões para terminar a Arena da Baixada visando abrigar quatro jogos da Copa, mas, com a outra mão, cortou R$ 78 milhões para reformas e construção de escolas no Paraná; na foto acima, a Escola Municipal Lagoinha, toda de madeira, construída em Mandirituba, região metropolitana de Curitiba, longe do "Padrão Fifa", coloca em risco a segurança da comunidade escolar; senador Roberto Requião, pelo Twitter, comentou o contra-senso: "intolerável".

Governo Beto Richa tomou emprestados R$ 65 milhões para terminar a Arena da Baixada visando abrigar quatro jogos da Copa, mas, com a outra mão, cortou R$ 78 milhões para reformas e construção de escolas no Paraná; na foto acima, a Escola Municipal Lagoinha, toda de madeira, construída em Mandirituba, região metropolitana de Curitiba, longe do “Padrão Fifa”, coloca em risco a segurança da comunidade escolar; senador Roberto Requião, pelo Twitter, comentou o contra-senso: “intolerável”.

O jornalista Rodrigo Mattos, do portal UOL, destaca na sua coluna o contra-senso do Governo do Paraná, que vive uma dramática crise financeira, mas toma empréstimo do BNDES para financiar a obra da Arena da Baixada. Abaixo a íntegra da coluna: Leia mais